Entrevista exclusiva com Michelle Giudice, a dubladora da Serena!


Serena é com certeza uma das personagens de Pokémon que irá deixar grandes marcas no anime, assim como foram Misty, May, Dawn e Íris. Apaixonada por moda e vestuário, a protagonista feminina da série XY parece ser super amorosa e carinhosa, principalmente com seus Pokémon e com seus amigos de viagem. Sem nenhum objetivo fixo, Serena parte para uma jornada com um único propósito, encontrar Ash que há muito tempo atrás, a ajudou no Acampamento de Férias do Professor Carvalho. Com o passar do tempo, a mesma descobre qual era seu verdadeiro sonho e junto com seus amigos irá tentar realiza-lo passando por diversas aventuras e histórias.
Serena é realmente uma personagem fascinante, mas afinal, quem está por trás da voz dessa doce personagem no Brasil?

A Pokémothim conseguiu realizar uma entrevista exclusiva com a dubladora brasileira da personagem, uma pessoa que transborda simpatia e alegria pelas simples palavras escritas. Michelle Giudice respondeu a 21 perguntas feitas por vocês (seguidores da Pokémothim) e também de alguns membros da equipe. Confira na íntegra o que foi questionado e as respectivas respostas da dubladora:


"O que você acha do fato de Serena ter começado sem um objetivo em sua jornada Pokémon, diferentemente de Misty, May, Dawn e Íris?"
Diego Mendes

Michelle: Acho que ela veio pra ser diferente mesmo. E a maioria das pessoas se identifica com essa questão de não saber o que quer fazer da vida, e a trajetória difícil que é tomar essa decisão.

"Você torce para que Serena e Ash realmente tenham um caso romântico e o que você mais gosta na personagem?"
Diego Mendes
Erisvaldo Silva
Crista Misuki
Luiz Henrique Motta

Michelle: Torço sim. O que eu mais gosto é a doçura dela!

"Já estão dublando a segunda temporada de Pokémon A Série XY?"
Rodrigo Sousa
Jardel Carvalho
Didiogo Ausgusto

Michelle: Sim!!!

"Se você estivesse no lugar da Serena quem você escolheria: Froakie, Fennekin ou Chespin e qual o seu Pokémon favorito?"
Lucas Bochembuzio
Lázaro Vieira

Michelle:  Minha escolha não teria sido diferente da dela. E uma vez feita essa escolha, o Fennekin se tornou meu Pokémon favorito!

“Como foi o processo de escolha para dublar a personagem e como foi que você encontrou o maravilhoso mundo da dublagem?”
Matheus Freire
Vinicius Nunes
Amanda Nascimento

Michelle: O processo de escolha foi igual a todos os outros processos de escolha na dublagem. O diretor escolhe três vozes que acha que ficariam boas pra personagem e manda pro cliente escolher um.! Depois do teste fiquei super ansiosa pra saber se tinham escolhido minha voz!!!
Eu sou atriz desde os 3 anos de idade. Comecei na televisão e passei por todas as áreas de atuação. Com 13 anos eu já tinha o DRT Mirim, que é a comprovação de que você é um ator profissional, e que é necessário pra dublar. Por isso, uma colega que tinha trabalhado comigo no teatro e já trabalhava com dublagem, me indicou pro teste da “nova voz” do canal Discovery Kids. Eu fiz o teste e passei. Foi aí que eu descobri esse mundo maravilhoso, e fui aprender a técnica e me especializar! Não foi fácil e demorou bastante. Mas depois de muito tempo e com muito esforço eu consegui me estabelecer no mercado da dublagem.

“Você sabe dizer o porquê não estarem mais dublando os minifilmes e alguns especiais de Pokémon?”

Michelle: Não tenho a menor ideia. Isso não é da área dos dubladores!

“Você concorda quando muitos dizem que o anime de Pokémon vem decaindo e já não é o mesmo que em 1998? Para você, Pokémon melhorou ou piorou desde lá pra cá?”

Michelle: Eu não acompanhei todas as temporadas de Pokemon, então não sei se melhorou ou piorou. Mas acho MUITO difícil uma coisa que dura mais de 10 anos agradar o mesmo público durante todo o tempo. Primeiro que quando foi lançado era novidade, tudo surpreendia porque o público não esperava nada. Agora, quem acompanha desde o princípio são pessoas que já foram modificadas pelo mundo e pelo tempo, e que já viram tudo que esperavam e não esperavam no desenho. Então acho que não é questão de estar melhor ou pior, é questão da perspectiva do telespectador.

 “Como é trabalhar com dublagem no Brasil, hoje? Vale a pena? É gratificante?”
Tiago Herrmann

Michelle: Pra mim, vale muito a pena e é muito gratificante. Pelo fato de eu ser atriz e amar atuar, trabalhar com o que eu gosto é bom demais. A dublagem é uma arte complexa, que quando feita com perfeccionismo te traz muitos desafios, e isso é uma delícia. É rotina, sem ser rotina. Eu sou apaixonada por essa arte!

“Qual foi o primeiro personagem de anime/desenho animado que você dublou?
Vinícius Augusto

Michelle: Eu não lembro direito porque faz tempo, mas eu tenho quase certeza que foi o Shorinji do Super Onze.

“Você teve algum momento de dificuldade em fazer a Serena? Como é estar representando um personagem que faz parte da história de um dos maiores desenhos de sucesso de todos os tempos?”
Neto Milani
Didiogo Augusto

Michelle: No começo eu tive dificuldade pra cobrir algumas bocas que em anime são estranhas pro português. E é uma das minhas maiores alegrias e conquistas dublar a Serena!

“Percebi que poucos dubladores tem alguma afinidade com o ‘personagem’, como o Wendel Bezerra com Goku. Você tem alguma afinidade com a Serena? E você vê os outros dubladores com alguma afinidade com seus personagens?”
Bruno Nogueira

Michelle: Eu tenho algumas afinidades com a Serena em relação ao jeito  de ser simpática e fofinha rsrs. E agora que ela está “crescendo”, também me vejo determinada como ela, sonhando grande e indo atrás do que quer!

“Você teria coragem (ou tem) de se vestir como alguma personagem que você dublou e sair falando como ela pela rua?”
Felipe Camargo

Michelle: Coragem eu teria! Mas precisaria de um bom motivo. ;)

“O que você achou da mudança de visual da Serena? Você gostou ou preferia o antigo?”
Nahtanoj Ishikawa
Miguel Levy

Michelle: Eu gostei! Achei que ela ficou uma gracinha. Mas eu preferia o de antes porque eu gosto de cabelo comprido.

“Você gostaria de dublar outra personagem de Pokémon?”
Otavio Silva

Michelle: Eu não acompanhei todas as temporadas, mas das personagens que eu conheço, não. Acho a Serena perfeita pro meu timbre de voz e em termos de personalidade também me identifico mais com ela do que com qualquer outra!

“Como você se sente dublando Pokémon que foi um anime que fez parte de sua infância? Pois se bem me lembro, você disse que quando era mais jovem, assistia Pokémon e hoje em dia você dubla e é muito querida pelos fãs do anime!”
Victor Freire

Michelle: Você se lembra! Eu assistia todo dia quando era mais nova, e gostava muuuuito. Por isso foi tão gratificante ser escolhida pra dar voz a Serena. Vou marcar a vida de pessoas, assim como a Marcia Regina que fez a Misty marcou a minha. Dá muito orgulho!

“Você gosta de dublar que tipo de personagens, vilões ou mocinhos? Se você pudesse escolher, qual personagem dublaria?”
Erick Carvalho

Michelle: Eu gosto dos dois. Uma das vantagens de ser dubladora é não precisar escolher nada. De manhã você dubla a mocinha, antes do almoço você dubla a patricinha arrogante, depois você dubla uma vilã, mais tarde uma alienígena e quem sabe no fim do dia uma nerd tímida! Mas se eu tiver que escolher, ficaria com a vilã. Gosto de desafios, e meu timbre de voz condiz mais com as mocinhas, então dublar vilã é sempre mais divertido e desafiador!

“Você já jogou algum jogo Pokémon? Não tem interesse de jogar algum?”
Gabi Alcântara

Michelle: Nunca joguei, mas tenho vontade sim!

“Entre a Serena e alguma outra personagem que dublou existe alguma semelhança?”
Hiago King
Cesar Augusto

Michelle: A maioria das personagens que dublo tem essa característica de ser meiga e doce!

“Qual a sua reação ao ser chamada para dublar a Serena?”
Luiz Daniel

Michelle: Fiquei muito surpresa, e mega feliz. Com um pouco de medo, mas muito muito muito feliz!

“Entre animes, séries, desenhos e filmes, o que você mais gosta de dublar? Por quê?”
Paulo Henrique Lima
Riam Ferreira

Michelle: O que eu mais gosto de dublar são filmes Live action. Ao dublar pessoas de verdade, a dificuldade é bem maior. Basicamente porque temos um ser humano e não um desenho. A interpretação que o ator já criou tem muito mais eficiência, assim como sua boca e as reações feitas por ele! Sem contar que é tudo mais realista, e por incrível que pareça é mais fácil ir ao extremo e fantasioso, do que interpretar o natural, o cotidiano.

“Qual foi o melhor trabalho realizado até hoje por você?”
Herbert Gomes

Michelle: Na minha opinião, LIV E MADDIE sem sombra de dúvida.


Enfim, Michelle Giudice é com certeza uma pessoa maravilhosa, simpática e muito alegre, pois em cada uma de suas respostas pode-se perceber uma pitada de emoção e felicidade... Mesmo sendo apenas uma entrevista virtual, pode-se perceber que ela tem muitas qualidades e esperamos um dia conhecê-la pessoalmente para compartilhar dessa alegria também!

Revisão: Diego


----------------------------------------------------------------------------
Faça parte da nossa equipe!
----------------------------------------------------------------------------
em 07/06/15
Comentários
Disqus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!