Diretores da Niantic falam sobre Pokémon GO e parceria com Nintendo e Pokémon Company!


Já faz alguns meses desde o anúncio de Pokémon GO para dispositivos móveis. Durante este período também houve muitos rumores referentes à uma possível versão beta do game, agora para dezembro, porém até o momento nada oficial foi divulgado. Provavelmente tudo não passou de rumores mesmo, e o jogo apenas virá em fevereiro, mas o presente mês não terminou ainda e poderão haver novos detalhes nos próximos dias.

Nesta semana, a aba de games, GamesBeat do site Venture Beat realizou uma entrevista exclusiva com John Hanke e Mike Quigley, os diretores da Niantic e falaram sobre vários assuntos incluindo Pokémon GO e a parceria com a Nintendo e a The Pokémon Company.
Confira a entrevista completa:

GamesBeat: Nós vimos vocês fazerem algumas ofertas interessantes ultimamente com a Nintendo e a The Pokémon Company. Qual é a expectativa de vocês?

John Hanke: Estamos super animados para ter a Nintendo e a Pokémon Company a bordo. Foi uma verdadeira emoção para mim estar no palco com o Sr. Miyamoto no Japão, quando nós anunciamos Pokémon GO. Foi ótimo ver o seu entusiasmo pelo projeto. Todos os diretores da Nintendo são parte da família, mesmo sendo uma empresa independente. Tivemos também o Sr. [Junichi] Masuda, um dos programadores originais para o Game Boy. Ele trabalhou no projeto por 20 anos, desde a primeira versão. Eles estão tendo o 20º aniversário de Pokémon em 27 de fevereiro.

GamesBeat: Estou curioso sobre o método de desenvolvimento do jogo, pois a Nintendo raramente colaborou com as empresas do oeste. 

Hanke: Foi impulsionado em grande parte pelo Sr. Ishihara e a The Pokémon Company. Eles foram envolvidos no desenvolvimento de todos os jogos Pokémon ao longo dos anos. Mas muito do que eles fazem é por meio de parcerias. A primeira parceria foi com a Wizards of the Coast para trazer à tona o primeiro jogo de cartas Pokémon, que já vendeu algo como 21 bilhões de cartões. Eles têm parceiros de animação que fazem o programa de TV. Eles são um tipo de parceria fechada. Sr. Ishihara nos introduziu aos pavilhões da Nintendo.

Sr. Ishihara é um jogador de Ingress. Sua esposa também joga. Ambos eram de nível elevado quando eu os conheci. Eles viram Ingress como uma combinação perfeita para Pokémon. Nós estávamos praticamente terminando a frase do outro. Ingress, faz você conquistar portais e isso obviamente foi sua inspiração, pois você iria sair pelo mundo real e encontrar Pokémon. É assim que vai funcionar. Vamos fazer isso.

Google tinha trabalhado com Pokémon em um mashup do Google Maps para a April Fool há três anos. Tivemos alguma experiência na construção de um mini-produto com eles. Nós usamos a mesma empresa para fazer o vídeo de lançamento do Pokémon GO.

Mike Quigley: Após um evento de Ingress no Japão, os caras da Pokémon Company sairam para jantar e beber com a gente. Todos, principalmente o Sr. Masuda queriam falar sobre os recursos  do Ingress. Ele e John fizeram uma reunião de design do jogo.

Hanke: Ele nos aconselhou sobre o design do jogo e ajudou também a garantir algo fiel à franquia. Eles estão tão animados, é como se fosse uma nova versão de jogo que nunca foi feito antes. Esta é uma experiência Pokémon nova, e ainda assim ele vai voltar para a própria origem da franquia. É sobre um garoto que sai do mundo e encontra Pokémon.
O ex-CEO da Nintendo, o Sr. Iwata, tinha a mão no volante. Ele estava dirigindo a Nintendo em uma nova direção. Parte disso foi a parceria com a DeNA, a empresa de jogos móveis. Eles têm um novo hardware no oleoduto que venho trabalhando.

GamesBeat: Estou curioso sobre o que você pensa do mapeamento universal deste jogo Pokémon. Em alguns jogos baseados em localização do passado, se não há jogadores suficientes em uma área, eles não estão realmente conectados. Vale a pena viajar para encontrar algo?

Hanke: Nós aprendemos muito sobre essas coisas com o Ingress. Mesmo se você estiver em uma cidade pequena haverá novos Pokémon a cada dia, a cada hora. Tivemos isso como um objetivo do projeto. Se nós estamos indo para construir um jogo que funciona com a localização, ele tem que ser divertido para as pessoas em qualquer lugar para jogar, em pequenas cidades. Queremos que ele funcione a nível mundial.

Se alguém passa a fazer uma viagem para algum outro lugar, eles interagem com os locais. Isso faz com que o lugar se sinta vivo, mesmo se você não se encontrar com algum Pokémon. O jogo ligação faz uma ligação com o Ingress, onde você deve ligar uma cidade a outra para formar grandes campos.

Eu sinto que nós aprendemos um monte de lições de Ingress e vamos trazer tudo isso para Pokémon.

Fonte: Venture Beat (Site)




----------------------------------------------------------------------------
Faça parte da nossa equipe!
----------------------------------------------------------------------------
em 16/12/15
Comentários
Disqus

7 comentários:

  1. Por favor tentem adicionar a plataforma Windows Phone. Por que tem pessoas que não possuem esses aparelhos

    ResponderExcluir
  2. Luan Gabriel07/11/16 13:00

    o pokemon GO plus vai ser muito caro?

    ResponderExcluir
  3. Não há nenhuma informação concreta nesse sentido. Pode ser que o app seja gratuito com compras dentro do jogo.

    ResponderExcluir
  4. Luan Gabriel07/11/16 13:00

    vao vir pokemons iniciais no Pokemon go ? , vao vir pokebolas iniciais ou terei que compra-las?

    ResponderExcluir
  5. Boa pergunta.

    ResponderExcluir
  6. Caio Vinicius07/11/16 13:01

    pokemon go vai funcionar em tablets ou nao

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!