Evolução em Pokémon GO!



Com o lançamento de Pokémon GO na Austrália e na Nova Zelândia, um youtuber australiano postou um vídeo contendo maiores explicações sobre os mecanismos do jogo.

Para evoluir, será necessária uma pedra específica para cada Pokémon e, para conseguir, precisará coletar "shards" (fragmentos), capturando Pokémon selvagens. O treinador também aumenta seu nível, e com isso, consegue encontrar com mais frequência Pokémon selvagens mais fortes ou num estágio evolutivo mais avançado.

Por exemplo, se você tem um Ekans e quer evoluir para um Arbok, serão necessários 20 fragmentos obtidos por Ekans selvagens ou breeds, para poder evoluir apenas um de seus Ekans. Porém, se o Pokémon tem mais de uma evolução, a quantidade diminui: um Squirtle para evoluir para Wartortle precisa de 10 fragmentos de Squirtle, enquanto um Wartortle precisa de mais 10 fragmentos de Wartortle para evoluir para Blastoise.


Só teremos a capacidade de guardar 500 Pokémon, contudo existe a possibilidade de dar release naqueles que você pegou só para conseguir evoluir, sem perder os shards acumulados. Por enquanto, a única exceção é que Magikarp necessita de 100 shards para evoluir.


Ainda, cada Pokémon capturado tem seus respectivos Pontos de Combate (Combat Points, CP), que se assemelha aos IVs, demonstrando a força que cada Pokémon tem. Mesmo sendo da mesma espécie, cada Pokémon tem um CP diferente.

Não será necessário andar sem rumo procurando novas capturas, pois o treinador poderá utilizar uma ferramenta que mostra onde estão os Pokémon selvagens próximos. Também será possível encontrar shiny, mas será tão raro, quanto nos jogos principais. Cada localização terá seu próprio Bios, que terá um plano de fundo diferente.

Lembrando que o jogo ainda está em Beta, portanto é possível que algumas alterações sejam feitas até a versão final ser lançada.
em 09/04/16
Comentários
Disqus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!