Opinião: Como a marca Pokémon ressurgiu em 2016 com toda sua força




2016 chegou como o lendário ano dos 20 anos de Pokémon. Depois de um 2015 bem frio, com muitas dicas espaçadas sobre o que nos aguardava, Pokémon surpreendeu o mundo em 2016 mostrando que ainda tem muito fôlego.

Eu conheço muitos jogadores que não esperavam algo tão grande nas comemorações dos 20 anos, pois vivemos a comemoração dos 10 anos que não foi tão estrondosa. Enfim, o dia 27 de Fevereiro chegou e os treinadores do mundo todo se reuniram em grandes eventos para comemorar, evento que inclusive no Brasil foi imenso. Onde todos puderam ver o anúncio dos já aguardados, Pokémon Sun e Pokémon Moon em um trailer de deixar qualquer marmanjo emocionado.

Muitas pessoas olharam com certo receio após uma decepção com Pokémon XY, mas as promessas foram cumpridas no fim e Sun e Moon excederam totalmente as expectativas, se tornando, muito provavelmente um dos melhores jogos da série. Com uma trama mais envolvente, monstrinhos novos, personagens com carisma,  mapa grande, adição de mais elementos de RPG, novas funcionalidades online e dificuldade melhorada, Pokémon Sun e Moon trouxeram muitos fãs de volta ao seu 3DS, e se tornou a maior pré venda da historia da Nintendo. 


Tá, mas como não se lembrar de Pokémon Go? Pokémon Go, mesmo sendo muito criticado pelos fãs mais conservadores, foi uma das maiores sacadas de marketing da Pokémon Company em toda sua vida. Apostar em um mercado de constante crescimento e alcance, misturado com um bom marketing e nostalgia, se tornou um sucesso, uma febre sem precedentes que provavelmente ficou na história da eletrônica. 

E acreditem, Pokémon Go não foi lançado por acaso em Julho, justo quando os trailers de Sun e Moon mais bombaram. A ideia era uma só, além de uma grande comemoração da marca, era uma jogada de marketing para atrair um novo público para a franquia. E realmente, deu certo. Vemos muitos fãs novos de Pokémon hoje em dia que procuraram jogar os games da série principal após o estouro do Go.


Infelizmente, toda febre dura pouco, e como muitos economistas previram, Pokémon Go saiu da moda tempos depois. Mas o alvo da Pokémon Company já havia sido atingido, com as ações da Nintendo em alta e as pré vendas de Sun e Moon subindo em toda força, Pokémon se tornava aos poucos uma marca evidente novamente. Pelo menos por alguns meses, Pokémon era o centro das atenções. E não por acaso, Pokémon Go se tornou um dos assuntos mais comentados da Terra em 2016. Isso não acontecia desde o game boy e as primeiras versões de Pokémon. 


''Não jogue Pokémon e dirija'' Diz placa de trânsito nos EUA. (Agosto de 2016)

A ameaça fantasma

É, tudo bem, a Pokémon Company manja de marketing e só conseguiu demonstrar isso agora. Mas o que fez a Pokémon Company reagir ao tempo? Pois eu lhes digo, amigos: concorrência.
Embora muitos fãs vão se doer pra admitir, a Game Freak ficou muito acomodada após a quarta geração de Pokémon. Sempre se mantendo no topo dos mais vendidos dos portáteis, Pokémon não deveria mexer muito na formula, afinal não se mexe em time que está ganhando. Entretanto, uma ameaça surgiu, uma ameaça chamada Yokai Watch. 

Embora no ocidente não tenha sido uma febre, Yokai Watch explodiu no Japão, mercado alvo da Pokémon Company. Confiante, a Pokémon Company preferiu focar na melhoria gráfica da sexta geração, deixando a história com furos, personagens sem carisma algum, dificuldade inexistente entre muitas outras falhas que deixaram os fãs desapontados. (Pelo menos a maioria, se você não ficou, conte nos comentários.) Foi a brecha que Yokai Watch precisou para crescer, e depois de ORAS não agradar e vender tanto quanto seus antecessores, Yokai Watch se tornou realmente uma ameaça a se considerar, e com razão, visto que a Level 5 é uma excelente produtora.

Matéria de 18/02/2016.
Yokai Watch forçou a Pokémon Company a sair do comodismo e se empenhar em trazer seus fãs de volta e trabalhar mais duro do que nunca. O resultado? Foi um ano e tanto para qualquer treinador Pokémon. Concorrência é ótima, pois impede o comodismo e força as empresas a serem criativas. Tome como exemplo a guerra entre Sega e Nintendo no começo dos anos 1990, veja a quantidade de jogos excelentes que saíram dessa briga. Aqui o cenário não é diferente, e dessa vez o resultado foi sem duvidas muito gratificante para nós como fãs.

Pokémon Sun e Moon inovou tanto e forçou tanto o 3DS, que fica difícil dizer qual será o próximo passo da franquia. Será que é o Switch? Bom, eu tenho minhas dúvidas, mas vamos aguardar. Esperamos que a qualidade de Sun e Moon se repita em mais títulos de Pokémon daqui para a frente.

E que venham mais 20 anos de Pokémon! Conte-nos como foi seu ano com a franquia e o que estão achando de Sun e Moon! 


Obs: Esse texto não representa, de forma alguma, a visão desse assunto de toda a equipe da Mothim, mas apenas a minha opinião. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!