Pokémon Olimpus: Deathactyl


Que tal conhecer mais um Pokémon da Olimpus Dex?


Deathactyl

Type: Rock  Ghost 
Ability: Cursed body | Intimidate 
Hidden Ability: Rock head

Chain evolution:

Após atingir o Level 39 sob o efeito de "Sleep" causado por Somnus.

Shiny Version:


Pokédex

Deathactyl, a morte ancestral. Evolui de Tanspine, após revivido através do "Beak fossil". Descoberto recentemente, pouco se sabe deste Pokémon, apenas que ele causa a sensação de fadiga a quem o vê. As ossadas do seu corpo lembram uma foice, o que remete a morte. Não costuma voar a grandes altitudes e sempre de maneira que sua cauda arraste ao chão, fazendo barulhos desconfortantes. O primeiro registro desta evolução foi feito ao acaso. Numa batalha, um Tanspine atingiu sua evolução ao ser alvejado pela habilidade "Falling asleep" do Pokémon Somnus. Somente após o ocorrido seu método evolutivo foi descoberto. A relação entre esses dois Pokémon ainda não é clara para os cientistas de Olimpus, mas os ditos populares já se encarregaram de tentar explicar: Somnus e Deathactyl foram criados juntos pelo cosmos, um para ser o sono passageiro e outro o sono eterno, a morte. 


Base Mitológica


Tânatos, deus da morte
Deathactyl e sua cadeia evolutiva são inspirados no deus da morte, Tânatos. O deus da morte ou "Anjo da Morte"era representado como um velho barbudo com uma túnica preta ou um jovem alado (de asas negras), ambos carregavam consigo uma foice afiadíssima. Esta era tida como o artefato capaz de separar a vida dos humanos de sua "carne". Em alguns mitos Tânatos é tido como o irmão gêmeo de Hipnos (deus do sono), pois a morte, segundo os gregos, podia ser considerada como um "sono eterno" e que ambos foram criados no início, nos primórdios da criação do mundo. Deathactyl ainda tem como base de criação a própria "arma" do anjo da morte, a foice.




----------------------------------------------------------------------------
Faça parte da nossa equipe!
----------------------------------------------------------------------------
em 22/11/15
Comentários
Disqus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!