Opinião: Pokémon GO, alienação e bla bla bla


Hoje o Brasil amanheceu após o primeiro fim de semana após o lançamento de Pokémon GO. Entre idas e vindas o jogo foi bem aceito no Brasil e levou diversas pessoas para parques, shoppings e praças nestes dias. Entretanto, como tudo que sai no Brasil, (vide os bloqueios do WhatsApp e a perseguição ao Uber) a perseguição que o jogo e seus jogadores estão sofrendo por aqui as vezes passa dos limites.

Eu tentei ser neutro com relação a isso, como eu já sou antigo na franquia, sei que esse tipo de coisa sofre realmente uma perseguição no Brasil. Talvez o brasileiro das gerações passadas tenha dificuldade de aceitar novas tecnologias, ou talvez queira apenas atenção. Eu não me coloquei em posição diante desse assunto, pois eu sei que não adianta isso sempre vai acontecer e não vai roubar a graça de quem está aproveitando o jogo.

Eis que essa semana nosso ilustre apresentador de televisão, também conhecido como Datena, não só criticou o jogo, (o que seria bastante válido visto que temos liberdade de expressão) como ofendeu os jogadores do game. Isso não só mostrou que seu programa está desesperado por audiência, como também mostrou que ele não tem nenhuma visão jornalística. Ele teria se tivesse noticiado o jogo, em vez de não só critica-lo já que não tem nenhuma qualificação para isso, quer dizer, ele jogou o jogo? E logo depois ofendeu uma possível parcela de seu próprio público. Mas o que esperar de um jornal que é responsável por gerar pânico nas donas de casa?

Mais do que isso, diversas imagens começaram a circular na internet acusando o jogo de alienar as pessoas. Bom, para responder essa crítica temos que ir direto ao conceito de Alienação que indo direto ao ponto, significa remover de um individuo a capacidade de pensar por si próprio. Alguns podem interpretar o verbo alienar como tirar uma pessoa da realidade. Pokémon GO, de fato nos coloca em um mundo que não existe, infelizmente  mas como o Schwarza do canal Poligonautas disse em um de seus mais recentes vídeos, (totalmente inspiratório para a escrita deste texto) então se levarmos em conta essa interpretação, não da pra diferenciar uma pessoa que está ''alienada'' com Pokémon GO, de uma que passa o dia inteiro vendo séries no Netflix, ou que passa o dia inteiro lendo livros, ou que passa o dia inteiro jogando outros jogos, ou até mesmo que está o dia inteiro mergulhado em redes sociais. O motivo de ver pessoas dos nichos citados criticando o Pokémon GO e seus jogadores é o simples motivo deles não estarem jogando ou simplesmente não querem parecer que estão seguindo a moda. Observação importante: absolutamente nada contra Netflix, livros, redes sociais e outros games,eu mesmo fico nessas coisas boa parte do meu tempo.

A questão é que Pokémon sempre foi uma franquia absurdamente criticada no Brasil, isso talvez só confirme que o brasileiro tem uma dificuldade muito grande de aceitar novos conceitos. Mas gente, Pokémon é uma franquia de 20 anos e que alcança praticamente todos os cantos da Terra, é óbvio que já deve ter gerado problemas pra muita gente. Mas é tão óbvio quanto, que já deve ter causado coisas boas. Por exemplo, muitas pessoas fizeram amizades, relacionamentos amorosos entre muitas outras coisas graças a Pokémon. Pokémon GO está sendo usado em hospitais para que crianças autistas ou com doenças muito graves possam sair de seus quartos um pouco e criar novas amizades. Inclusive os hospitais brasileiros de crianças estão com uma campanha para que jogadores atraiam mais Pokémon para as proximidades para animar as crianças que estão internadas lá.

Resultado de imagem para pokémon go hospital de crianças lure

Mas ai tem aquelas publicações que acusam que estamos mais preocupados em cuidar de Pokémon do que de cães de rua, por exemplo. Meu amigo, quem foi que disse que por fazermos uma coisa deixamos de fazer outra? Bom eu vou te contar uma novidade: minha família cuidou de cães abandonados e doentes por quase 10 anos, eu inclusive já arrisquei a minha vida para ajudar um cachorro uma vez. Não que eu mereça uma medalha por isso, mas eu jogo Pokémon GO e nem por isso deixo de me preocupar com seres vivos. E aposto que muitos de vocês também, uma pessoa que abandona um cachorro faria isso muito antes de Pokémon surgir.

Ok, ''nois'' defende, mas ''nois'' também dá bronca. Pokémon GO é legal, Pokémon normalmente é legal. Mas deixar de lado suas obrigações e se descuidar por causa do jogo é irresponsável e só trás mais comentários maldosos a respeito de quem está jogando. Não deixe de ler um bom livro, não deixe de ir ao trabalho ou de estudar para ir capturar os monstrinhos, eles vão estar lá por um bom tempo. Entretanto, julgar o jogo e todos que jogam no geral por atitudes como essa também é errado. Quando um homem capota um carro na estrada, a culpa é do homem ou da estrada que já estava lá? Resumindo, jogue com cautela, ter cuidado na rua também é essencial.

Ainda tem aqueles que dizem que Pokémon GO é enviado pela CIA para espionar seus usuários. Bom se a sua paranoia chegou nesse nível, eu me preocuparia pois o Facebook armazena duas vezes mais dados seus do que Pokémon GO, inclusive o Facebook Messenger tem permissão total para usar sua câmera do smartphone. Foi provado e dito até pela própria Niantic que as informações são para mero uso comercial.

Nessa altura do texto, você deve estar me perguntando desde o quarto parágrafo, ''mas Blaze, é errado querer fugir da realidade as vezes?'' Eu  (e quando digo eu significa que não sou dono da verdade) acredito que não, contanto que você esteja pronto para voltar para ela de novo e tenha cumprido com suas obrigações como membro da sociedade em que vive.

Vivemos em uma época em que o virtual está quase substituindo o real, mesmo assim nesse final de semana eu vi diversas pessoas saindo de casa e indo parar em lugares que nem conhecia procurando monstrinhos escondidos. Eu vi pessoas de ideais políticos diferentes rindo juntas e jogando juntas. Numa época em que ficar em casa trancado era tão cultuado, Pokémon GO ao menos está trazendo a relação humana de volta, pelo menos por enquanto. É como diz aquele vídeo de 20 anos da franquia: Conectar-se.

Obs: Minha opinião pessoal não reflete de modo algum a opinião da Pokémothim de forma generalizada. Se for xingar alguém xinga eu, viu?

---------------------------------------------------------------------------
Seja também um Editor de Notícias da PokéMothim!
---------------------------------------------------------------------------
em 08/08/16
Comentários
Disqus

2 comentários:

  1. lucasffgomes08/08/16 12:33

    lindo! eu assino em baixo.

    ResponderExcluir
  2. ND7 Home Designer08/08/16 17:01

    Exatamente, falou tudo, não julguem o que não conhecem, pelo erro de uns, todos são condenados. O jogo é legal e é assim mesmo, só se cuidar que não tem problema.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!