logo

Pokémothim

Artigo - Pokémon Diamond & Pearl: A Trajetória Para o Lançamento

A internet nos anos 2000 era como o velho oeste, um campo vasto pronto para ser explorado, mas ao mesmo tempo sem leis. Foi nesse campo que nasceu Pokémon Diamond & Pearl, primeiros jogos da quarta geração de Pokémon lançados para Nintendo DS, em uma época em que as informações ainda eram em sua maioria reveladas por revistas e programas de TVs, mas em que a internet se tornou fundamental para disseminar as notícias e informar os fãs, informações que surgiam na internet através de scans, muitas vezes vazadas um mês antes das revistas serem lançadas. 


Tudo começou em janeiro de 2004 quando a Nintendo anunciou um novo videogame sob o codinome de Nintendo DS. Eram poucas as informações sobre o produto, mas a que mais intrigava eram as suas duas telas LCD de 3 polegadas. A promessa era que o portátil traria a Nintendo de volta para a vanguarda da inovação. Seu protótipo foi revelado em maio durante a E3 2004 e em julho a Nintendo revelou seu design final.

Não dando tempo para especulações de se haveria uma nova geração de Pokémon para o novo portátil, em maio de 2004 os fãs foram pegos de surpresa com o que foi o primeiro vislumbre da quarta geração de Pokémon. Na edição de maio de 2004 da revista CoroCoro foi revelado um novo Pokémon que seria apresentado no próximo filme da franquia, Destiny Deoxys, que tinha data de lançamento para 17 de julho de 2004 no Japão, Munchlax foi revelado sem nenhuma outra informação. A existência de um novo Pokémon colocou os fãs em estado de alerta.

Scan da revista CoroCoro de Maio de 2004

Em 7 de outubro de 2004 durante uma Nintendo Press Conference no Japão, para tratar sobre o lançamento japonês do Nintendo DS, a empresa fez dois anúncios sobre jogos da franquia Pokémon para o novo sistema de videogame. O primeiro anúncio era Pokémon Dash, jogo de corrida de Pokémon que seria lançado em 2 de dezembro de 2004, mesma data do lançamento do console, e o segundo anúncio era que a Game Freak estava desenvolvendo os jogos Pokémon Diamond & Pearl, novos jogos core da franquia para o Nintendo DS.

O ano de 2005 nasceu como uma página vazia que precisava ser preenchida com novidades de alguma forma. Com o lançamento ocidental de Pokémon Emerald marcado para maio deste ano, os fãs especularam que os novos jogos só seriam lançados em 2006. A página começou a ser preenchida em fevereiro quando vazaram as scans da revista CoroCoro que falavam sobre o novo filme da franquia, Mew and the Wave Hero: Lucario. Nas páginas da revista havia a silhueta de um novo Pokémon chamado Lucario. O mistério sobre o novo Pokémon só seria desvendado na edição seguinte da CoroCoro onde mostrava detalhes do novo Pokémon. Mas os fãs não teriam sossego tão cedo, novas 3 silhuetas foram mostradas nas páginas da revista, silhuetas que só foram reveladas na edição seguinte. Os Pokémon eram Weaville, Mime Jr. e Bonsly.
Já em março foi anunciado para o Nintendo Game Cube o jogo Pokémon XD: Gale of Darkness. O jogo seria compatível com os jogos da terceira geração de monstrinhos e contaria com a aparição de Bonsly.

Scan da revista CoroCoro de março de 2005

Na edição de julho a CoroCoro publicou uma sessão de perguntas e respostas com Tsunekazu Ishihara, Ken Sugimori e Junichi Masuda onde foram revelados os primeiros detalhes dos jogos. Na matéria foi oficializado que os jogos seriam lançados em 2006, que não haveria novos tipos de Pokémon mas haveria combinações inéditas de tipos, e teria novas pré evolução e evoluções de Pokémon antigos. Também foi citado que os jogos teriam compatibilidade entre as versões de Game Boy Advance e poderiam se conectar com até 16 jogadores através do wireless do Nintendo DS. A edição também apresentou o logo de um novo projeto chamado Pokémon Ranger. O projeto, que só seria lançado em 2006, era composto por um filme e um jogo e só veio a ter seus detalhes revelados no decorrer do ano.

A última informação relevante sobre os jogos no ano de 2005 foi publicada no blog de Junichi Masuda dentro do site da Game Freak. A web publicação informava que os jogos estavam longes de estarem prontos, mas eles iriam utilizar toda a capacidade do Nintendo DS, incluindo a utilização do Wi-Fi para conectar o jogo com a internet.

Scan da revista CoroCoro de Julho de 2005

O ano de 2006 começou com diversas promessas para a franquia Pokémon. Já em janeiro a revista CoroCoro realizou uma promoção que daria Pokémon Diamond & Pearl para um felizardo. Umas das revistas viria com um ticket que daria os jogos para quem o encontrasse. Além disso, o ganhador poderia propor a ideia de um novo golpe.

Durante a Nintendo DS Conference! Spring 2006 em fevereiro foi prometido que Pokémon Diamond & Pearl sairiam antes do final do ano. Nas scans da CoroCoro do mês foi divulgado Manaphy, novo Pokémon que faria aparição no novo filme da franquia, Pokémon Ranger and the Prince of the Sea. Junto com Manaphy a revista mostrou a silhueta do que seriam 3 novos Pokémon. As silhuetas de Buizel, Chatot e Mantyke foram revelados na edição seguinte da revista com novas informações do jogo Pokémon Ranger e do novo filme da franquia.

Scan da revista CoroCoro de Fevereiro de 2006

Maio surgiu com a esperança que algo pudesse ser revelado durante a conferência da Nintendo na E3 2006. Durante a conferência a empresa revelou que lançaria no ocidente os jogos Pokémon Ranger, Pokémon Mystery Dungeon: Blue Rescue e Pokémon Mystery Dungeon: Red Rescue no dia 19 de setembro. Pokémon Diamond & Pearl nem foram citados durante os dias da E3 2006.

Logo após a E3 uma bomba caiu sobre a internet, com o vazamento das scans das edições de junho e julho da CoroCoro com as primeiras informações massivas sobre os jogos. As scans revelaram que a nova aventura seria baseada na região de Sinnoh, inspirada na região japonesa de Hokkaido, com um novo professor chamado Nanakamado, Rowan no ocidente, e poderiam ser vividas no outono japonês daquele ano. As screenshots mostraram que os jogos ainda manteriam o estilo de batalha dos jogos anteriores. Falando dos jogos anteriores, foi reforçado que os novos jogos teriam conexão com todos os jogos de Pokémon da geração anterior, conexão que só estaria disponível após alguns acontecimentos dentro do jogo. Em questão de recursos os games trariam a Poketech, um equipamento dentro do jogo parecido com a Pokénav e Pokegear, que teria mais de 20 funções, a mecânica de dia e noite, introduzida na segunda geração, também daria as caras no game, porém repaginada, invés de dois períodos do dia teríamos 4, e para fechar as novidades, os Pokémon macho e fêmeas da mesma espécie passariam a ter distinções estéticas entre eles. Apesar da animação com as novidades alguns fãs criticaram o fato dos jogos não entrarem na era dos jogos 3D mantendo os gráficos 2D.

Scan da revista CoroCoro de Junho de 2006

Já em junho foram anunciadas as datas da Pokémon Jungle Tour. O evento que passaria por algumas cidades do Japão de julho a setembro continha diversas atrações incluindo uma demonstração de Pokémon Diamond & Pearl para o público testar. Nessa demonstração foram apresentados Roserade e Kricketot.
Ainda em junho o site Netkun divulgou a capa da oitava edição da revista Pokémon Wonderland, que só seria lançada em julho, em baixa resolução. Na capa era possível ver 5 novos Pokémon. Drapion, Cherrim e Pachirisu se encontram no topo da capa que dava grande destaque para Dialga e Palkia no centro da imagem. Logo correram rumores de que esses eram os Pokémon centrais dos jogos.

Capa da revista Pokémon Wonderland Vol.8

Julho chegou com um susto. Aparentemente o site am3 publicou por engano as capas dos jogos e a data de lançamento, que estava marcada para o dia 28 de setembro de 2006. Os conteúdos foram removidos rapidamente do site, mas já era tarde, as informações e imagens começaram a circular muito rápido pela internet. Também no início do mês o site Yahoo! Kids revelou o primeiro gameplay dos jogos.

A tão aguardada Pokémon Wonderland 8 foi lançada e oficializou as informações dos rumores e vazamentos. Dialga e Palkia seriam os lendários centrais dos jogos, Dialga de Pokémon Diamond e Palkia do Pokémon Pearl. Com data marcada para dia 28 de setembro, os jogos teriam um trailer mostrando os lendários com mais detalhes antes do filme Pokémon Ranger and the Prince of the Sea que estava com data de estreia para o dia 15 de julho no Japão. Também foi revelado na revista que a nova saga da série animada Pocket Monsters Diamond & Pearl começaria a ser exibida no outono japonês na TV Tokyo.

Capas dos jogos Pokémon Diamond & Pearl

Nessa altura do campeonato os vazamentos das scans da revista CoroCoro já tinham se tornado algo corriqueiro, e não foi diferente com a edição de agosto da revista que veio com diversas informações novas sobre os jogos. Foram apresentados oficialmente Cherrim, Pachirisu e Drapion, Pokémon que já haviam aparecido na capa da revista Pokémon Wonderland 8, junto com diversas informações, como tipos, ataques e habilidades de alguns dos novos Pokémon já revelados. Além dos novos Pokémon, foi revelado o novo rival, uma equipe vilã chamada de Team Galaxy e que embaixo do centro Pokémon teria uma área destinada a conexão Wi-Fi onde você poderá se conectar usando Friends Codes. Os fãs criticaram a utilização de Friends Codes para poder se conectar com os outros jogadores. Em entrevista, Tsunekazu Ishihara justificou dizendo que foi adotado esse método por segurança, para que as crianças não se conectassem com desconhecidos.

Durante uma conversa na sala de bate papo na sessão Pokémon Garden no site do Yahoo! Kids entre Junichi Masuda, Shigeki Morimoto e Ken Sugimori surgiram algumas novas informações relevantes. Shingeki Morimoto revelou que haveria uma mudança drástica em uma mecânica de combate. Todos os golpes teriam um novo atributo que os distingue os movimentos entre físicos ou especiais, anteriormente essa distinção era feita através do tipo do golpe. Ken Sugimori revelou a silhueta de um novo Pokémon, o Electivire, que só viria a ser revelado no vazamento da revista Corocoro de setembro, que também revelou os iniciais da geração e a volta dos contests.

Scan da revista CoroCoro de Setembro de 2006

Setembro chegou e estava cada vez mais perto do lançamento. A cada dia novas informações eram reveladas. Já no primeiro dia do mês foi revelado o calendário do ano de 2007 da Pokémon. Na capa do calendário apareciam Happiny e Glameow. Na CoroCoro especial do mês de setembro foi revelado com detalhes como seriam as transferências dos Pokémon dos jogos anteriores para Pokémon Diamond & Pearl. Só se poderia enviar 6 Pokémon por dia e eles deveriam ser recapturados dentro PalPark, uma área dentro do jogo.
O tradicional vazamento da CoroCoro aconteceu e chocou o total de zero pessoas. A edição que só viria a ser publicada em outubro mostrou tudo sobre os jogos. 10 novos Pokémon, detalhes no funcionamento do Wi-Fi, Gym Leaders, membros da Team Galaxy e informações sobre o Underground foram algumas das principais informações que estariam na publicação do próximo mês.

Scan da revista CoroCoro de Outubro de 2006

Agora com as principais informações sobre os jogos reveladas, só mais uma coisa atormentava a cabeça dos fãs naquele momento, além do lançamento derradeiro dos jogos, a nota que a conceituada revista Famitsu daria para o game. Os fãs tiveram o sossego merecido quando a conceituada revista deu uma nota 35/40, uma pontuação maior que Pokémon Ruby & Sapphire, que conseguiu 33/40.

Mesmo com diversos bugs os fãs fizeram uma ótima recepção aos jogos. Já nas duas primeiras semanas de lançamento no Japão o jogo bateu recorde vendendo dois milhões de cópias, chegando a esgotar em algumas lojas junto com a versão especial do Nintendo DS Lite de Palkia e Dialga. Os jogos finalizaram o ano no Japão se tornando os primeiros jogos de Nintendo DS a venderem a marca de 5 milhões de cópias.

Já nos Estados Unidos os jogos venderam 533 mil cópias na pré-venda. Nos cinco primeiros dias após o lançamento, o jogo chegou à marca de um milhão de unidades vendidas e ao final de abril atingiu 1,72 milhões de jogos vendidos no ocidente. No total de toda sua vida Pokémon Diamond & Pearl venderam 17,67 milhões de jogos, sendo o quarto jogo mais vendido da franquia, atrás de Red,Blue & Green, Gold & Silver e Sword & Shield.
Sobre Augusto
29 anos, Iguaba Grande - RJ. Fã, colecionador, jogador e estudioso do mundo Pokémon desde 1999, quando a Pokéfebre assolou o Brasil e o Mundo. Acompanho todas as novidades da franquia de forma hardcore.
Redes: Twitter | Twitch

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!

A Pokémothim com a sua cara!

Personalize do seu jeito!

Temas

Padrão

Fechar