logo

Pokémothim

Goh Dramático ou Ash Insensível? Precisava Ser Assim, Roteiro?...

Olá, Thunders!

Essa postagem não estava planejada, mas resolvi fazer rapidinho para dar a minha opinião sobre algo que aparece a todo momento em minhas redes sociais: pessoas discutindo sobre a rápida desavença entre Ash e Goh e quem foi o culpado. Sem muita enrolação, desejo-lhes uma ótima leitura!


De forma muito resumida, vemos que, assim que voltou do Projeto Mew, Goh decidiu que queria fazer uma viagem sozinho pelo Mundo Pokémon. Não uma visita ou outra por várias cidades, realmente se aventurar nas regiões como Ash fez de Kanto a Alola, para crescer como treinador e conseguir enfrentar Mew. Porém, não sabia como contar isso ao seu amigo, já que tinha certeza de que ele iria querer ir junto e temia que aquilo soasse como uma traição da amizade. Porém, quando tentou falar sobre com Ash, acabou hesitando, mas foi surpreendido quando o herói de Pallet revelou que ele iria partir em uma nova jornada com Pikachu. Diante disso, Goh ficou surpreso com a decisão "do nada" e como foi tomada sozinho, o que o fez romper a amizade.

Gente, vamos lá. Um dos comentários que mais vi foi que enquanto Goh não queria viajar sozinho para não "trair", Ash estava nem aí e quis abandonar o Goh. Não foi isso que aconteceu. O Goh estava decidido a viajar sozinho. Ele não cogitou; não disse a Cloe que gostaria, mas desistiu pelo Ash. Não foi isso que aconteceu, tanto que se despediu dos seus Pokémon. Ele disse com todas as palavras que iria fazer isso, só não estava sabendo como contar ao Ash por: primeiro, ter certeza de que o amigo iria querer continuar com ele; segundo, por considerar que se distanciar do amigo seria uma traição. Então, ele estava procurando uma forma de como falar, não descartou a possibilidade. Tanto que, depois, no episódio, ele iria anunciar a sua decisão e não teve coragem. Então, não foi uma questão de "eu não queria trair a amizade, mas Ash queria". Goh faria aquilo que considerava uma traição, só muda que estava tendo dificuldade.

O que realmente aconteceu, e que é compreensível, foi que ele teve suas expectativas quebradas. Sobre o primeiro ponto que citei, o garoto de Vermilion disse que tinha certeza de que Ash iria querer continuar com ele, porque conhecia muito o amigo. E essa foi a primeira surpresa. Goh estava completamente errado. A segunda foi a ideia que criou na cabeça de que se eles deixassem de ficar juntos estariam traindo a amizade. O personagem estava sentido, porque Ash foi o primeiro amigo que teve depois da Cloe, e eles viveram coisas tão incríveis, ficaram praticamente grudados por sabe-se lá quanto tempo. Claro que para ele era difícil passar por essa separação, ainda mais se a gente pegar a construção do Goh até aqui, como uma criança introvertida e isolada, que arrumou alguém com quem construiu um forte laço e o acompanhou nos seus momentos mais importantes como treinador. Goh aprendeu demais com o Ash, em como se conectar com e se doar pelos Pokémon, isso é inegável. Então, a frustração do protagonista mais recente é compreensível.

O problema é que Ash já é acostumado com despedidas. Ele também sente a dor, mas não é no mesmo nível que o Goh, especialmente pelo passado dele que acabei de retomar. Por isso, enquanto o garoto de Vermilion hesitou, ele conseguiu falar que pretendia ir em uma nova viagem com Pikachu. O problema, ao meu ver, é Goh achar que Ash decidiu aquilo "do nada" e que foi uma decisão que tomou sozinho. Ora, ele fez exatamente a mesma coisa nos dois quesitos. Depois que descobriu, o próprio Ash jogou na cara do amigo que ele decidiu sozinho fazer a mesma coisa. E, adivinhem, Goh não soube responder, porque tinha agido pela emoção. De novo, é compreensível que tenha ficado magoado por não estar pronto para a separação, mas romper a amizade e classificar Ash como um traidor por ter feito exatamente o que ele iria fazer se não tivesse receio? Teria sido bem melhor se o herói de Vermilion não tivesse decidido viajar sozinho ainda e aí sim se magoasse ao saber que o amigo tinha esse plano, porque não soaria como hipocrisia. E eu nem quero entrar na parte da Cloe defendendo o Goh por dizer ao Ash que ele foi o seu primeiro amigo, porque me faltam palavras.

Portanto, não acho que foi uma grande besteira do Goh, faz parte da personalidade e da trajetória do personagem; mas também não acho que Ash foi um monstro insensível. Acredito que os sentimentos do primeiro garoto são compreensíveis, mas não gostei da forma como foi colocado, porque soou hipócrita criticar algo que Ash apenas não sabia que ele também faria. E isso é muito chato, porque Goh já é cheio de haters, e os roteiristas fazem essas coisas, como em Alola colocaram para ele dizer que não precisa ajudar Ash em seu sonho, mesmo com Ash vivendo ajudando ele. Pior mesmo é o roteiro durante toda a série ter oscilado entre Cloe ser ou não ser amiga dos meninos, como, por exemplo, quando conhece Dawn e Serena, a garota se refere a eles como amigos, mas no episódio do Glaceon ela fica feliz por Goh ter alguém para chamar de amigo, o Ash, como se ela não tivesse nenhum; chega a ser bizarro. Adoraria saber a opinião de vocês, mas sei que o tema pode gerar muita desavença, então, por favor, sejam respeitosos uns com os outros e com suas opiniões!

Leiam Também:

Sobre Ersj
anos, Recife-PE, tem Pokémon como a sua franquia preferida desde os 7 anos. Sua mídia favorita é o anime, seguida dos jogos da saga principal e de Pokémon Go. Ama livros e séries, principalmente de fantasia; os filmes que mais assiste são animações, e “Imagine Dragons” é a banda pela qual tem maior apreço. Seu Pokémon predileto é o Pikachu e seu maior sonho é se tornar um escritor.
E-mail: ersj@pokemothim.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!

A Pokémothim com a sua cara!

Personalize do seu jeito!

Temas

Padrão

Fechar