Oricorio e a origem de Alola

Atenção, este artigo conterá spoilers dos jogos de Sun e Moon!
Aqui mostraremos as formas dos guardiões das ilhas e os nomes das ilhas, o que não foram revelados oficialmente, mas foi confirmado por datamining.


Depois não diz que não avisei...

Bom, recentemente foram descobertos os sprites de todos os Pokémon da região de Alola. Para quem ainda não viu, clique aqui.

Há alguns dias também foi descoberta toda a Pokédex de Alola, que será dividida em quatro Dex menores, como ocorreu em Kalos (Central, Coastal e Mountain Dex), sendo uma para cada ilha.

E cada "mini Dex" terá o nome de uma ilha: Melemele (representando a ilha Oahu) Akala (a ilha de Maui; que já foram revelados), Ulaula (provavelmente a grande ilha, Havaí) e Poni (ilha Kauai). 

E por que os nomes das ilhas são importantes? Porque cada uma significa uma cor:

Diferente do que achamos inicialmente, não se trata de Amarelo, Verde, Vermelho e Azul (as cores dos primeiros jogos), mas sim, as cores dos pássaros Oricorio: Amarelo, Rosa, Vermelho e Roxo.


Mas qual relação dos Oricorio com a origem de Alola?





Para essa resposta, temos que estudar um pouco da história do Havaí:

Em 1894, o arquipélago tornou-se uma república, e quatro anos depois, em 1898, foi invadido militarmente e anexado pelos Estados Unidos, tornando-se um território americano em 1900. Desde então, grande número de pessoas com ascendentes europeus, vindos de outras partes do país, bem como imigrantes asiáticos, instalaram-se no Havaí, dando à população local um aspecto altamente multicultural.

Ou seja, além daqueles que já habitavam o arquipélago na época pré-república, o Havaí teve sua cultura amplamente influenciada por outros 3 continentes: Ásia, Europa e América. Se observarmos as danças que cada estilo de Oricorio representa, podemos ver que essas podem representar essas localizações:
- Pompom: Cheerleader (líder de torcida), principalmente vista nos Estados Unidos;
- Baile: Flamenco, um dos símbolos da cultura espanhola;
- Pa'u: Hula, uma dança/ritual do Havaí;
- Sensu: Estilo de dança asiática.

Tendo a origem da região em mente, vamos observar os guardiões de cada ilha:


Tapu Koko é baseado em uma águia careca, animal que representa os EUA. Ele já foi confirmado ser do tipo Elétrico e Fada. Ele seria Kū, na mitologia havaiana.

Ao seu lado, vemos o guardião de Ula'Ula, que tem seu design parecido com o de um touro - que nos remete às touradas da Espanha. É suposto que ele seja Lutador e Fada, ou Fogo e Lutador. Ele representa Lono na mitologia havaiana.

Abaixo, temos o guardião de Akala. A mais misteriosa, por apenas lembrar um molusco com concha ou talvez um polvo, já que seus cabelos lembram tentáculos. Apesar de polvos serem considerados animais espirituais no Havaí, a inspiração deste design pode ter sido o Kanaloa, um dos 4 guardiões do Havaí. Suspeitamos que o guardião seja Psíquico e Fada, ou Psíquico e Planta.

Para encerrar, temos o guardião de Poni, que lembra uma Narval (aquela baleia chifruda, sabe?). Contudo, este animal é visto durante todo o ano no ártico, portanto, não havendo muita representação do Japão. De qualquer forma, esperamos que o guardião seja Fantasma e Fada ou Aquático e Fantasma. Ele deverá representar Kāne na mitologia havaiana.

Uma pequena observação final: Oricorio é baseado no Drepanidini, um pássaro nativo do Havaí, que é considerado um dos animais espirituais do arquipélago.


E, de brinde, fiquem com esse maravilhoso rabisco feito pelo nosso querido Hitallonflame, mostrando como os guardiões ficam fechados, podendo formar um Totem:



Fiquem ligados em mais notícias da franquia e teorias originais, na Pokémothim!

Revisado MM
em 22/10/16
Comentários
Disqus

Um comentário:

  1. O guardião de Poni não é um marlim? Eles são comuns no Japão.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!