logo

Pokémothim

Pocket Monsters: A Permanência dos Episódios Duplos!


Olá, Thunders!

Mais um episódio duplo na série Jornadas! Significaria isso que, vez ou outra, os fãs seriam agraciados com esse tipo de história no anime? É uma forma positiva e acrescenta algo para a narrativa? Convido-o a ler um pouco sobre!


RESUMO

James empilha seis Poké Bolas, impressionando Jessie. Porém, prestes a bater o seu recorde, empilhando sete, ele perde a concentração por sua parceira comentar que o talento não é útil para eles. Com a queda dos objetos de captura, Meowth comenta sobre o barulho, estando com uma máscara, e avisa que pegou um resfriado. O resto da equipe finge não o entender por conta do objeto de proteção em sua boca, mas decidem aquecê-lo e se mostram disponíveis para atender as suas necessidades de fome e sede, emocionando-o. Porém, o gato falante percebe que seus companheiros somente inventam desculpas para relaxarem e comerem besteiras. Apesar disso, eles negam sem nenhum válido argumento.

Meowth destaca ter descoberto o que falta na Equipe Rocket, deixando todos atentos, mas desmaia antes que pudesse dizer. Sem saber o que irão fazer, James relembra que no dia anterior perderam para os pirralhos, e Wobbuffet pega um drone, revelando, por meio da televisão, que espionava Pikachu por meio do objeto. Jessie e James, então, vendo o que foi gravado, interpretam os movimentos do roedor como forma de se mostrar seguro de si a respeito da sua velocidade. Isso dá a ideia para a vilã convocar os outros para a operação "Pegue Pikachu com certeza", estudando as filmagens de Wobbuffet e analisando as emoções e pensamentos do Elétrico para entenderem o Pokémon e poderem o capturar sem possibilidade de erro. Em meio a comemoração pelo plano, Meowth se mostra incomodado por não conseguir dormir.

Jessie tem a ideia que diz ser perfeita para entenderem Pikachu, dublando ele, além de ser uma forma de pararem de depender das traduções feitas pelo Meowth. O Pokémon falante gosta da iniciativa, mas se mostra entristecido por perder essa função. Porém, Jessie o chama para julgar se farão o trabalho certo, irritando-o por ainda dependerem dele, resultando em um novo desmaio. Sabendo que não poderão mais contar com o companheiro, Wobbuffet solta a filmagem e Jessie começa a sua dublagem, atribuindo uma personalidade esnobe e grosseira ao Pikachu. James a interrompe, alegando que sua parceira não entende os sentimentos do roedor, que foi dublado por ela como pomposo. Assim, o vilão é desafiado a fazer a sua tentativa, encenando um Pikachu mais compreensível e cansado. No entanto, também é interrompido e questionado sobre usar "pi" no meio das frases.

Devido à discussão, Meowth acorda e ouve James explicar que Pikachu falaria "pi" por ser a parte mais fofa do seu nome, recebendo a concordância de Jessie, que somente pede para que seja usado ao fim das frases. O vilão insiste em estar certo por dizer que "pi" funciona como pronome, mas Jessie se irrita com a complexidade da situação, e Meowth parece se incomodar cada vez mais com o barulho. No fim do desentendimento, é decidido que analisarão a situação dando mais foco às expressões de Pikachu, o que os faz notarem que, após uma decolagem da equipe, o roedor sorri e diz algo. Wobbuffet volta a filmagem e, ao reverem a cena, notam um olhar brilhante e admirado no Pokémon, o que os leva a acreditar que Pikachu gosta deles. Assim, James volta a dublá-lo, fazendo frases de despedida, enquanto se emocionam com a atitude do roedor de os esperar reaparecer. 

Os três começam a chorar, declarando amor por Pikachu e admitindo não saberem o que farão na próxima vez o que virem. Ao mesmo tempo, Meowth chora por não querer contar o que realmente o alvo deles está dizendo. Jessie chega a comentar que não suporta a ideia de ainda precisar pegá-lo. Simultaneamente, Morpeko continua comento tudo o que há na base dos vilões. No fim da tarde, com Meowth melhor, os Rockets chamam a máquina de bolinhas, de onde tiram somente bilhetes, os quais contam que o episódio será duplo, para a infelicidade do gato falante e desespero do resto do grupo, ao notar, pelo título, que o primeiro episódio foi o que acabaram de vivenciar.

Começando o segundo; Ash, Goh, Pikachu, Raboot e Sobble andam por uma floresta, aproveitando o clima bom, até chegarem em uma área de solo árido, na qual um Marshtomp está quase que completamente preso a ele. O treinador de Pallet pega um graveto para tentar cavar a terra, ao mesmo tempo em que o de Vermilion checa detalhes sobre o Pokémon na Pokédex e tenta puxá-lo, mas ambos são falhos. Goh se pergunta como Marshtomp deixou isso acontecer e tem a ideia de capturá-lo para tirá-lo do chão. Porém, por estar muito preso, a captura é impossibilitada. 

Goh pensa em usar a água para limpar a terra, pouco antes de notar vários Marshtomp próximos aguardando que salvem o seu amigo. Ash tem a ideia de usar o Revólver d'Água deles, mas os Pokémon se afastam desconfiados, algo observado pelo outro protagonista. A missão é dada ao Sobble, mas o inicial fica com medo do rosto do enterrado e foge invisível, o que leva os outros a pegarem água do rio em uma grande folha e irem a passando de um em um, até chegar no Marshtomp, mas, na vez  do Ash, o garoto tropeça e derruba a água.

Pensando em mais ideias, Ash cogita carregar água na boca, mas a opção é descartada. Nesse instante, Pikachu e Raboot correm até o Marshtomp enterrado, afastando os outros que tinham ido para perto dele, e seus treinadores percebem que ele parece entristecido e enfraquecido. Repentinamente, surge um Ludicolo cantando por perto, que tem seus detalhes verificados pela Pokédex do Goh. Pikachu o guia até os garotos, e Ash pede para que use a Dança da Chuva, sendo feito gestos também para que entenda. Embora os dois treinadores insistam de diferentes formas, Ludicolo usa o Dia Ensolarado e deixa a terra ainda mais seca. Os protagonista suplicam pelo movimento certo, mas o Pokémon apenas entende ao notar o Marshtomp enterrado e entristecido, realizando a Dança da Chuva. 

Com a chuva, a terra vira lama e Marshtomp consegue sair. Lucidolo o segura e começa a girá-lo, enquanto os demais comemoram a situação. Depois de a chuva passar, os Pokémon continuam comemorando, mas os garotos decidem se despedir e voltar ao seu destino. Contudo, no dia seguinte, é revelado que, após passarem pelo mesmo percurso, todos os Marshtomp estão presos à terra, não somente um.


DEBATE

No que diz respeito ao conteúdo dos episódios, o primeiro, em minha opinião, foi interessante e teve pontos mais engraçados. Antes de tudo, como não mencionar o Meowth de máscara? Uma talvez referência à pandemia que vivemos, podemos cogitar. Por si só, esse é um detalhe muito interessante, mas também foi possível ver a Equipe Rocket sendo fofa com Meowth, Morpeko ainda convivendo entre eles e uma nova quebra da quarta parede, característica divertida que tem se tornado marcante nesses episódios duplos. Porém, restou as explicações de dois grandes mistérios: o que Meowth descobriu que falta para a Equipe Rocket e o que Pikachu realmente disse com a decolagem dos vilões? Bem, eu diria que, no segundo caso, foi "ainda bem que eles já foram por hoje". 

Por outro lado, o segundo episódio foi totalmente desnecessário. O humor foi bastante forçado e as atitudes mostradas não tiveram lógica alguma. Mesmo com o medo que tinham do Ash e do Goh, por que os Marshtomp não usaram água por conta própria antes de os humanos surgirem para salvarem o amigo? Para que ir passando uma folha se cada um poderia pegar uma e levar até o Pokémon enterrado? Nem preciso mencionar a água na boca e o Ludicolo que, só porque sim, não entendia a linguagem humana. Acredito que o único ponto mais relevante foi a confirmação da impossibilidade de captura se o Pokémon estiver muito preso ao solo, isso antes visto no episódio 69 da série Sol & Lua, "Hora de Acordar, Nave". 

Afinal de contas, os episódios duplos são mesmo necessários? Essa foi a ideia apresentada como uma estratégia para trazer comicidade entre os momentos de mais importância no anime, no entanto, apesar de a questão do humor ruim ser bem relativa, por depender de gosto, eles quebram a lógica dentro da própria animação e não trazem acréscimo algum para a história. Goh perde inexplicavelmente a vontade de sair capturando Pokémon, assim como Ash a de fazer batalhas. Em contrapartida, boas referências foram feitas, mas elas podem existir mesmo sem essa dinâmica. É importante destacar que não mostro os episódios duplos como um erro, apenas não me são atrativos, pois é diferente não gostar e apontar algo como errado. De qualquer forma, existem estratégias melhores para manter episódios lúdicos sem comprometer a relevância da história, mas tudo leva a crer que esse estilo de abordagem irá se repetir com certa frequência em Pokémon Jornadas.

CONCLUSÃO

Ao que tudo indica, os episódios duplos irão continuar ocorrendo por toda a série Pokémon Jornadas! A função principal deles é fugir da atmosfera séria e natural do anime e trazer um enredo mais solto e despretensioso, porém, com um humor que divide bastante as opiniões. Em termos gerais, as referências e a quebra da quarta parede se mostraram elementos apreciados pelos fãs, mas a falta de lógica, mesmo para o mágico universo de Pokémon, e a ausência de acontecimentos relevantes e até de um aprendizado comum no anime tornam esse tipo de episódio desinteressante.

Qual a sua opinião a respeito dos episódios duplos? Gosta do humor deles? O que Pikachu disse para a Equipe Rocket? E o que falta na equipe segundo Meowth?


Leia Também:

Sobre Ersj
19 anos, Recife-PE, tem Pokémon como a sua franquia preferida desde os 7 anos. Sua mídia favorita é o anime, seguida dos jogos da saga principal e de Pokémon Go. Ama livros e séries, principalmente de fantasia; os filmes que mais assiste são animações, e “Imagine Dragons” é a banda pela qual tem maior apreço. Seu Pokémon predileto é o Pikachu e seu maior sonho é se tornar um escritor.
E-mail: ersj@pokemothim.net

5 comentários:

  1. Eu até gosto, principalmente os com a Equipe Rocket. E boa referencia a pandemia com o Meowth de mascara (Não lembro de nenhum personagem doente de mascara)

    ResponderExcluir
  2. Gabriel Plus03/12/2020 12:02

    Que resfriado ele pegou Coronavírus!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por deixar a sua opinião. ^-^

    ResponderExcluir
  4. Provavelmente. Rsrsrs :)

    ResponderExcluir
  5. Johnny Edwin Da Cunha Cruz05/12/2020 11:23

    Sou mais aqueles duplos de uma hora, o que não acontece desde o começo de Alola. Quanto a fala do pikachu, aposto que ele sonha no dia que nunca mais verá o trio sem futuro.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!

A Pokémothim com a sua cara!

Personalize do seu jeito!

Temas

Padrão

Fechar