logo

Pokémothim

E se o folclore brasileiro fosse representado nos jogos Pokémon?


Oláá treinadores!

Recentemente, na Netflix, eu assisti uma série chamada Cidade Invisível, e isso me despertou vários questionamentos. O folclore mesoamericano é muito rico, porém nas culturas populares são minimamente explorados. 

Então, se pararmos para pensar, só do Brasil já daria para tirar inúmeras referências para a criação dos Pokémon e vou listar algumas aqui para vocês. Lembrando que, a introdução folclórica será baseada nas crenças populares e as possibilidades dentro do mundo Pokémon serão baseadas na minha criatividade. 

Então, bora começar!

**A IMAGEM TEMA E AS DEMAIS IMAGENS ABAIXO POSSUEM AUTOR, PORÉM NÃO CONSEGUIMOS IDENTIFICAR. SE SOUBEREM, FAVOR MANDAR PARA CREDITARMOS CORRETAMENTE. 


Curupira

Folclore

O Curupira é retratado com diversas características, que variam de região para região, porém uma peculiaridade universal é os pés virados para trás. Outro destaque para essa criatura folclórica é a força física descomunal. 

É dito que o Curupira se volta contra todos aqueles que ousam ferir a fauna e a flora, por isso é muito temido pelos indígenas e por caçadores que acreditam nessas crenças. 

Para evitar que fossem sacrificados, os indígenas realizavam oferendas para o Curupira. A criatura adorava receber fumo e cachaça. É muito difícil de encontrá-lo, pois os seus pés invertidos confundiam os caçadores. Habita matas densas onde, normalmente, os humanos não ousam se arriscar. 


Game

In game o Curupira teria uma tipagem única, fogo e grama. Grama pelo fato dele habitar as florestas e o fogo que é a representatividade dele no folclore. Ele usa o seus pés invertidos para confundir suas presas e treinadores, fazendo eles se perderem dentro de uma floresta. 

Em um combate, o Curupira pode controlar suas chamas para espantar os rivais sem causar danos à fauna e à flora do lugar. Se vocês, treinador, estiver em uma floresta e avistar uma chama correndo, fuja de imediato, caso contrário, poderá ficar perdido e se tornando alvo fácil para o monstrinho.

Uma de suas habilidades seria a possibilidade de counterar um protect, detect e similares, já que seus pés invertidos seriam usados para confundir os adversário, fazendo com que eles usassem a habilidade de forma errada.  


Saci-Pererê

Folclore

É conhecido por ser uma criatura travessa e que possui apenas uma perna e, graças as influências africanas, o saci é descrito com uma coloração de pele mais escura.

Normalmente, as crenças tratam o saci como um ser bem pequeno, porém há relatos populares onde essa criatura chegava a medir até três metros. 

Por gostar de travessuras, a criatura costuma invadir casas, roubar itens, estragar comidas e incomodar os cavalos, deixando os animais agitados, assustados e com as crinas amarradas. Quando chega em um lugar costuma levantar um redemoinho, fenômeno que acontece também quando o mesmo está indo embora. 

É dito também que, caso alguém consiga pegar o seu gorro, o saci obedecerá a pessoa de maneira absoluta. 


Game

O Saci seria do tipo lutador e seria um Pokémon muito rápido, mesmo apresentando uma perna apenas. Isso da à criatura uma vantagem enorme, já que os rivais não imaginam a sua velocidade, já que sempre o subestimam pelo fato dele só ter uma perna.

É um Pokémon que faz com que os demais monstrinhos tenham medo dele, já que ele fica incomodando a todos com suas brincadeiras. Mudbray e Mudsdale são rivais absolutos do Saci, já que a criatura folclórica tem como passatempo principal incomodar equinos. 

Uma habilidade do Pokémon representado pelo saci seria a capacidade de conseguir retornar para a Pokébola após levar um golpe super efetivo, já que o saci consegue se livrar de situações adversas fugindo com o seu redemoinho de folhas. 


Mula Sem Cabeça

Folclore

A lenda consiste em mulheres amaldiçoadas por manterem relações íntimas com sacerdotes. Essa maldição transformava a mulher em um equino que, no lugar da cabeça, tinha labaredas. No entanto, a punição não acontecia com os sacerdotes. Isso reforçava os valores morais de séculos passados e, essa lenda foi criada para assustar as mulheres que tinham em mente ter relações antes do casamento.

Vale reforçar que a mulher amaldiçoada só se transformava em mula sem cabeça na noite de quinta para sexta, mantendo as condições animalescas até o amanhecer. O relinchar da mula sem cabeça era considerado um lamento de dor. 

A criatura cruzava sete cidades e atacava tudo que via na sua frente. O coice da mula pode matar um adulto com extrema facilidade.


Game

A mula sem cabeça seria 100% fêmea e seria da tipagem fogo e fantasma. É dito que o Pokémon só ataca treinadores homens que ousam se aventurar perto do seu habitat. Além disso, tem extremo apego a outros Pokémon fêmeas, cuidando deles como se fosse uma mãe. 

Tem uma força física sem igual e consegue derrubar árvores enormes com apenas um simples coice. É dito que esse Pokémon consegue atravessar mais de 300 km em uma única noite. 

A sua habilidade faz com que Pokémon machos tenham mais dificuldades em acertar um golpe e tenham mais chance de receberem danos críticos da mula. 


Gostaram do texto? Há MUUUUITAS outras criaturas para serem abordadas aqui! Então, se vocês curtiram, deixem aqui nos comentários quais outras criaturas vocês querem ver aqui!

Espero que tenham gostado!

Até a próxima!

Sobre Rodrigo Mantovani
23 anos, Itabirito-MG, fissurado por games e eletrônicos desde pequeno. Acredita em excentricidades e é apaixonado por séries/ livros/ filmes de ficção. Sua paixão por Pokémon vem desde de seus 7 anos e adora todos os Pokémon, cada tipagem tem um lugar reservado no seu time. Em Galar, se apaixonou pelo Falinks!
Redes: Twitch | Instagram

2 comentários:

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!

A Pokémothim com a sua cara!

Personalize do seu jeito!

Temas

Padrão

Fechar