logo

Pokémothim

O Porquê da Ausência da May e o Episódio que Poderia Ser Dela!


Olá, Thunders!

Jornadas está acabando e muitos fãs não entenderam porque May, uma das Pokégirls mais queridas e o ex-companheiro de viagem do Ash a mais tempo sumido, ao lado do seu irmão, não ganhou um episódio de retorno na série dos retornos. Quer saber o motivo? Topa acompanhar uma teoria do episódio que talvez tivesse? Mesmo com pouquíssimos embasamentos concretos, tentarei mostrar que, sim, a May provavelmente teria um episódio em Jornadas.


Primeiramente, é preciso entender porque May nunca mais apareceu com falas no anime. Acontece que, infelizmente, KAORI, sua voz original, descobriu em 2007 ter disfonia espasmódica, a qual afeta a laringe e causa anormalidade na voz. Ou seja, além de ser algo horrível por si só, para uma dubladora, então... Ainda assim, ela fez um rápida participação no anime em 2008, quando May fez uma aparição especial na série Diamante & Pérola. Porém, no ano de 2012, seu estado de saúde foi agravado. Em 2014, até afirmou ter tido uma pequena melhora, mas não mais retornou como dubladora. Inclusive, o compromisso dos japoneses com as vozes originais e esse estado afetado de saúde deve ser o grande responsável por justificar a ausência que os fãs sentiram da personagem tanto com o lançamento dos jogos Pokémon Omega Ruby & Alpha Sapphire, quanto agora em Jornadas.

Porém, mesmo com isso explicado, talvez eles tenham cogitado fazer um episódio com a May, mas que realmente não deu certo. Qual seria? Simples. Indo de encontro com algumas das teorias da época de que seu retorno seria para introduzir Cloe nos Concursos ou que seria devido ao Glaceon, a segunda me parece a mais plausível. Assim sendo, o episódio da coordenadora nada mais seria do que o 87: "Quebrando o Gelo!". Embora eu ache que ele não foi um dos melhores em termos de emoção e progressão para a história, teve uma mensagem bonita, seja por parte do bullying mostrado, seja pela superproteção que pode ser um grande problema. Ainda assim, como eu pegava pontos específicos de todos os episódios da Cloe com as Eeveelutions e os conectava, para caso futuramente fizesse uma postagem sobre, acabei por notar que ele foge do padrão dos demais em vários sentidos.

Direto ao ponto, caso ainda não tenha ficado claro, minha teoria é de que o episódio de Glaceon seria o da May, mas, justamente pelos problemas de saúde da sua voz original, teve que ser reformulado. Para mostrar porque acredito nisso, primeiro irei para o mais óbvio e que todos podem facilmente associar, a própria aparição da May ao final da batalha de Ash vs Leon. Os personagens que voltaram para essa cena, antes não mostrados nos episódios principais de Jornadas, o que inclui Brock, estavam todos acompanhados de seus Pokémon mais marcantes no atual momento da história: Misty com Gyarados e Psyduck, mesmo que Starmie seja a sua cara, os dois são outros icônicos da líder de ginásio e foram destaque na sua última aparição em Sol & Lua; o mesmo sobre Brock com Blissey e Croagunk, que tiveram mais foco que o clássico Steelix; ou então Cilan e seu mais fiel parceiro Pansage.

Quanto a May, apesar de amar seu Glaceon e ele ter sido uma baita surpresa na série Diamante & Pérola, existem Pokémon seus mais marcantes: Blaziken, Beautifly e Venusaur, por exemplo, especialmente os dois primeiros. Por que Glaceon foi quem voltou ao lado dela? Existem duas possíveis explicações: para fazer um simples paralelo entre ela e Serena, que estão juntas na cena, o que seria o mais óbvio; ou justamente por esse ter sido planejado como o Pokémon que ganharia foco ao lado da coordenadora em Jornadas, mesmo que isso nunca tenha de fato acontecido. Sabe-se que May tinha uma relação muito boa com seu Pokémon, tendo o criado desde o ovo e evoluindo bastante o laço que existia entre eles. Não seria de se impressionar que o episódio retomasse a conexão que contruíram juntos.

Agora, adentrando outros pequenos indícios, vamos falar da Regina, dona da Glaceon que foi mostrada no episódio em questão, a Mirche. O primeiro ponto em que ela diverge de todos os outros treinadores de Eeveelutions mostrados em Jornadas é que ela brotou na escola da Cloe, ao invés de ter sido achada por ela. Na aventura da Pokégirl atual, ela ia para diferentes lugares, a fim de encontrar as diferentes evoluções do seu Pokémon, permitir que Eevee as conhecesse – o que nunca fez sentido, porque a pequena vivia com suas evoluções antes de ser capturada – e aprender mais com os treinadores que já passaram pelo processo de evoluir seus Eevee. Regina é literalmente a única que não se enquadra nisso. Cloe não precisou mover um dedo, sair em uma nova viagem, ela simplesmente viu a garota convenientemente surgir para ela. E, tudo bem, às vezes, o roteiro quis diversificar, apesar de ser bem mais interessante a talvez futura pesquisadora de evoluções conhecer um novo lugar ao também conhecer uma nova Eeveelution.

Outro ponto é justamente um há pouco citado, aprender sobre o processo e a história que resultou na evolução do Eevee daquele treinador recém-conhecido. Esse é um padrão seguido também nos episódios das Eeveelutions, mas que faz total diferença não ser quebrado, porque permitia Cloe entender porque aquele Eevee optou por se tornar a determinada evolução. No entanto, a Glaceon da Regina é literalmente o único Eevee que não teve o seu motivo de evolução contado ou que se poderia deduzir, não foi mostrado antes de evoluir em qualquer flashback e nem mesmo criou uma conexão com a Eevee da Cloe. Na realidade, com o Leafeon da Erika também teve a ausência de ser mostrado no passado e em seu processo de evolução, mas pelo menos isso se deu por o episódio ser do Goh, embora quiseram fingir que foi da Cloe. Se reassistirem ao da Glaceon, diferente de todos os demais, ele falou mais sobre Regina-Glaceon e Regina-Cloe do que sobre Glaceon-Eevee. O pior episódio do arco da Cloe em termos de absorção do que estava determinada a entender, o próprio Glaceon. O Pokémon era mais um fator do drama vivido pela treinadora, do que uma inspiração para a Eevee, o que, novamente, foi legal de ser tratado, mas deixou uma lacuna na apresentação do Glaceon em Jornadas.

E em termos de objetivo, Regina conseguiu ser ainda mais perdida do que Cloe. Isso porque a Cloe conhecia personagens que já tinham seus sonhos e conseguia perceber como Eevee estava diretamente ligado aos seus objetivos, o que muitas vezes justificava a sua evolução. Com Regina, não, Glaceon era apenas um Pokémon que agravava a sua difícil socialização, mesmo que quisesse protegê-la. No final do episódio, para ser justo, foi mostrado que se tornou treinadora, em termos de ir para as batalhas, o que combinava com o poder do Pokémon. Porém, Regina pareceu aprender bem mais com Cloe do que o contrário, e aqui fica uma sensação estranha na sua jornada de conhecer mais sobre as oito Eeveelutions.

Uma última observação, e que também é bem óbvia como a primeira, May foi a única Pokégirl que teve um Eevee a não conhecer a Cloe. O roteiro quis colocar a com Sylveon, Serena, para ser a responsável por aprensentar o Pokémon a novata; enquanto Vitória, dona de um Eevee que não quer evoluir, foi quem deu a opção de que a da Cloe também não evoluísse. A única que ficou de fora foi justamente a May e seu Glaceon. Já que a coordenadora não voltaria em qualquer episódio, não faria sentido algum que não a aproveitassem para esse, principalmente se for levado em conta a informação aqui já dita, é a companheira de viagem de Ash a mais tempo sem aparecer nas telas. Juntando isso às inconsistência do episódio da Regina, acredito que, talvez, ele deveria ser da May, mas viram ser impossível, exceto se trocassem a dubladora, e fizeram algo mais genérico, que resultou no que assistimos.


Para variar, uma postagem mais curtinha. Tinha uma para sair no sábado, mas não concluí há tempo, sem falar que dei um desanimada e tenho o péssimo problema de, quando não estou artisticamente inspirado, ter dificuldades para escrever, desenhar ou qualquer outra coisa. Deixa de ser prazeroso e o resultado não fica tão bom quanto poderia ser. Perdoem-me. De qualquer forma, espero que tenham gostado! Obviamente, pode apenas ter sido um episódio com um roteiro muito fraco e a teoria não fazer sentido algum, mas é sempre bom dar uma teorizada, certo? Acham que o episódio do Glaceon foi inicialmente planejado para ser da May? Sabiam sobre o problema da KAORI e como isso afeta o retorno da nossa primeira coordenadora? Fico extremamente triste que talvez nunca mais vejamos a personagem com participação relevante na trama, eu simplesmente a adoro, assim como adoraria ler as suas opiniões!


Leiam Também:
Sobre Ersj
anos, Recife-PE, tem Pokémon como a sua franquia preferida desde os 7 anos. Sua mídia favorita é o anime, seguida dos jogos da saga principal e de Pokémon Go. Ama livros e séries, principalmente de fantasia; os filmes que mais assiste são animações, e “Imagine Dragons” é a banda pela qual tem maior apreço. Seu Pokémon predileto é o Pikachu e seu maior sonho é se tornar um escritor.
E-mail: ersj@pokemothim.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!

A Pokémothim com a sua cara!

Personalize do seu jeito!

Temas

Padrão

Fechar