logo

Pokémothim

Pocket Monsters: Lance vs Leon e o Início do Fan Service!


Olá, Thunders!

O maior desafio do Ash foi apresentado e, com ele, duas importantes figuras tiveram um confronto, sendo os dois campeões: Lance e Leon. Começou o fan service?


RESUMO

Ash e Goh recebem do Sakuragi ingressos para as finais do Campeonato Mundial Pokémon, que é explicado ao primeiro garoto como uma competição acima das ligas que definem os campeões de cada região, pois essa elege o mais forte do mundo. Assim, o herói de Pallet fica animado e parte junto ao seu amigo para Galar, local do campeonato.

No avião, os garotos avistam um Pokémon grande, energizado e desconhecido voando entre as nuvens de Galar, de modo a animá-los para os mistérios ainda não descobertos da região. Depois de também pegarem um ônibus, chegam a Wyndon e avistam o gigantesco estádio. Animado, Ash impede Goh de ir capturar Pokémon e o carrega para dentro do local, no qual a Equipe Rocket também está, visando pegar alguns monstrinhos capazes de usar o Dynamax, além de terem ganhado um Rotom Phone.

O apresentador inicia falando sobre os oito mais fortes terem batalhado e sobrado dois para que seja decidido o grande campeão. De um lado, Lance é apresentado como Elite 4 de Kanto, Campeão dos Elite 4, vencedor de um menor torneio mundial, membro ativo dos Pokémon G-Men e um treinador do tipo Dragão. Do outro, Leon é dito como nascido e crescido em Galar, o mais forte da região, invicto desde que entrou no desafio para ganhar esse título e capaz de derrotar mais de uma centena de treinadores de diferentes regiões.

A batalha é anunciada como 1x1. Lance diz que, pelas habilidades do oponente, imaginava que batalharia com ele na final, mas percebe a certeza do Leon de que ele quem será o vencedor, por dizer que sempre absorve cada batalha como um aprendizado para que se torne mais forte. Assim, respectivamente, Gyarados vermelho e Charizard são colocados em campo, com o segundo sendo apresentado como o principal Pokémon do invicto.

Charizard inicia com o Lança-chamas, mas o ataque é parado por um Hiper-Raio. Não satisfeito, o inicial na última forma investe com Golpe de Ar, mais uma vez bloqueado. Assim, volta a usar o primeiro ataque, porém, Gyarados se fortifica com o Dança do Dragão e resiste ao ataque, investindo em seguida com a Cauda de Água, golpe que atinge o adversário como super efetivo.

Sem dar tempo para que se recupere, Gyarados ataca com a Presa de Gelo consecutivamente, mas é encurralado pela Chama Furacão, o que não é problema por apagar o fogo com a Cauda de Água. Seguidamente, utiliza o seu movimento do tipo Gelo, mas é surpreendido e derrubado pelo super efetivo Soco Trovoada. Assim, inicia-se um disputa consecutiva entre Cauda de Água e Soco Trovoada, os quais ficam a se chocar.

Nesse ponto, ambos os campeões recuperam os seus companheiros para as Pokébolas. Lance faz o seu monstrinho assumir a forma Dynamax, o que leva Ash, Goh e a Equipe Rocket a descobrirem que utilizam essa mecânica nas batalhas de Galar, enquanto Leon ativa a Gigantamax.

O confronto é retomado com o Max Geyser do Dynamax Gyarados, que tenta abusar da vantagem, mas é atingido antes pelo Max Lightning, desfazendo o seu golpe. Então, o primeiro tenta o Max Strike, esse superado pelo Max Airstream. Com a vantagem, Gigantamax Charizard utiliza o G-Max Wildfire, que inicialmente é bloqueado pelo Max Guard, porém, por haver efeitos adicionais, o Pokémon do Lance é derrotado ao ser atingido mais três vezes pelo ataque.

Leon troca palavras gentis com Lance, que diz ter ter treinado no ginásio do tipo Dragão de Galar, inclusive essa é a inspiração da sua atual vestimenta, e exalta o oponente como um promissor, forte e íntegro campeão para a plateia. Assim, ocorre a nomeação dele como Campeão Mundial, o que faz Ash sentir vontade de convidá-lo para uma batalha.

Após o confronto, a Equipe Rocket avista um Drednaw e utiliza um Bellsprout disponibilizado pela máquina de bolinhas para enfrentá-lo. O pequeno Pokémon se mostra extremamente poderoso ao usar o Chicote do Poder, mas acaba rachando o chão e liberando uma energia vermelha que faz o adversário ficar gigante. Assim, um Gigantamax Drednaw ataca em fúria o Estádio Wyndon.


DEBATE

Um detalhe a ser abordado antes do foco principal dessa análise é o aparecimento do Eternatus. Sabemos bem que, como uma região não antes vista no anime, Galar precisa ser muito explorada nessa atual série, mesmo que o foco dela seja dividido entre as oito. A questão é que o já aparecimento desse Pokémon pode indicar um interessante e futuro arco baseado nos acontecimentos dos jogos, o que compensaria de certa forma a não existência de um anime "Espada & Escudo". Além disso, a julgar pelas faíscas do Pikachu reagindo à energia do Lendário, poderia haver um conexão, o que indica que o roedor tem uma diferente reação ao fenômeno Dynamax. Seria Pikachu Gigantamax?

Entrando no que interessa, uma distinção se faz necessária. Fan services, como a própria tradução sugere, são elementos introduzidos nas histórias para que possam agradar aos fãs. Isso leva muito em conta o que mais os contenta, por isso a expressão é usada para designar quando os roteiristas decidem fazer algo que possa ser muito apreciado pelos telespectadores acontecer, apesar de atualmente ser muito atribuído o sentido de ser quando eles escutam os pedidos dos fãs. Visto esse segundo caso, acredito que é errado dizer que esse agrado começou com o Dragonite. De fato, muitos acharam incrível essa captura, mas, no máximo, ela foi uma referência, nem é certeza, ou seja, é algo mais aleatório, não necessariamente um mimo proposital. Por isso, o retorno do Lance parece mais ideal para ser chamado de o primeiro fan service da nova série Pocket Monsters.

Agora, por que trazer o Lance para esse episódio? Sabe-se que, nos jogos, essa batalha introdutória contra o Leon é feita pelo Raihan, o que fez muitos se perguntarem o motivo de no anime ter sido diferente. Primeiramente, é preciso considerar que na atual série foi escolhido retratar o Campeonato Mundial, então, o oitavo líder de ginásio de Galar não mais necessariamente é o oponente mais forte para enfrentar o campeão. Pensando assim, como forma de destacar ainda mais o poder do invicto Leon, foi mais interessante fazer com que ele derrotasse outro campeão. Esse detalhe não somente destaca a força, mas também passa melhor a ideia de grandes treinadores das oito regiões estarem participando, além de abrir a possibilidade de diversos retornos. Portanto, foi um fan service inteligente, pois não ocorreu somente porque sim e a substituição partiu de um treinador de Pokémon do mesmo tipo: Dragão.

A respeito dos títulos do Lance, o treinador foi denominado como Elite 4 de Kanto, o que deve fazer sentido para todos, pois ele é o quarto desafiante desse grupo que é encontrado no Planalto Índigo. Porém, anteriormente no anime, ele era o Campeão, o que deve significar que alguém tomou o seu lugar. Contudo, essa questão fica mais confusa quando o chamam de vencedor da Copa da Elite 4. Seria essa uma forma de dizer que ele já foi campeão de Kanto? Ou talvez queira mostrar que se tornou campeão e Johto? Fica a dúvida, mas a primeira opção parece se encaixar melhor com a ideia de existir poucas explicações para definir isso.

Além disso, ele também é classificado como campeão do Torneio Mundial Pokémon de Driftveil, realizado em Unova, do qual Lance realmente participa nos jogos. No anime só foi mostrado o Torneio Mundial Copa Júnior de Pokémon, que funcionaria como uma versão adaptada e menos importante desse evento, inclusive a cidade onde foi executado nem foi a mesma, visto que ocorreu em Lacunosa.

O último título do Lance, tirando o de treinador dos Pokémon do tipo Dragão, foi o de membro ativo dos Pokémon G-Men. Ressaltar essa nomeação é de imensa importância, pois essa é uma organização investigativa exclusiva do anime, o que significa que os roteiristas foram fieis e destacaram a continuidade da história. Poderiam simplesmente trazer o personagem como um Elite 4, mas preferiram evidenciar o papel de mais destaque que teve nos episódios em que estrou. É um detalhe pequeno, mas que precisa ser considerado. E, não apenas, como fazerem ele utilizar o Gyarados vermelho é outro grande ponto de continuidade e nostálgico. Depois que o capturou em Johto, o Pokémon foi mostrado ainda com ele em Hoenn, por isso novamente apresentá-lo com o treinador em Galar reforça tudo ser uma mesma história, para quem ainda julga ser reboot.

Sobre o outro treinador, o Leon, uma dúvida ficou no ar por conta desse episódio: ele é campeão de Galar? Aproveitando o seu título de invicto, o anime deu a ele o cargo de maior e mais forte treinador de todo o Mundo Pokémon, mas a sua posição dos jogos pode parecer incerta. Para se deduzir isso da forma mais provável possível, já que não chegou a ser dito "Campeão de Galar", vamos usar como base o fato de ter sido falado que ele conseguiu se tornar o mais forte da região e invicto desde a sua primeira tentativa em um desafio específico, o que pode nos levar a crer que sim, o mais forte de Galar signifique que é o campeão. Porém, outro detalhe interessante é mostrar que o personagem vê cada batalha, participando ou não, como alvo de algum aprendizado, o que serve como justificativa para ser invencível. É mais do que um treinador forte, possui inteligência e estratégia.

A questão do Dynamax e Gigantamax não cabe ser aprofundada nessa análise, mas não chegaram a diferenciar muito isso para o Ash e Goh. Ainda assim, é muito positivo que tenham permitido Gyarados vermelho poder utilizar o fenômeno, pois serve como uma atualização do Lance para as mecânicas atuais. Também não houve grandes movimentações na batalha, o que é compreensível, pois acredito que quiseram ser fieis aos jogos.

Por fim, muito se discutiu sobre o G-Max Wildfire, pois nos jogos ele causa dano por três rodadas seguidas, mas no anime pareceu algo imediato. Mudanças desse tipo são comuns na animação, até porque isso torna visualmente a situação mais atrativa e dá maior força para o Pokémon do mais forte treinador do mundo. Além disso, se fosse para ver esse acréscimo de dano sendo usado totalmente, seria necessário prolongar por mais três turnos as batalhas, o que pode não ser muito interessante para os roteiristas. Outro ponto é que, como ataque mais forte, é comum que seja usado no final, recurso habitual de roteiro, e o Dynamax Gyarados estava prestes a voltar a sua forma normal, por isso quiseram usar a habilidade toda enquanto ele estava gigante, provavelmente sendo assim que sempre farão.


CONCLUSÃO

A reaparição do Lance foi uma ótima surpresa contextualizada de modo convincente. Sua derrota serviu para mostrar a força do Leon, além de destacar que treinadores fortes e antes conhecidos poderão retornar, o que inclui líderes de ginásios, campeões, elite 4, rivais, etc. Para o próprio personagem foi uma boa medida, entendendo-se que o atualizou no anime, seja com novos títulos, seja com a possibilidade de usar o Dynamax, além de o colocar como um dos oito mais fortes de todo o mundo e deixar clara a continuidade da história.

Depois desse episódio, que positivamente recordou o fato de o Lance ser um Pokémon G-Men, sabemos que continua a ser da Elite 4 de Kanto, além de ser o Campeão do último Torneio Mundial de Pokémon de Driftveil. Apenas fica a dúvida se a menção dele como vencedor da Copa dos Elite 4 simboliza que já foi ou é Campeão de Kanto ou Johto, igual como nos jogos nesse segundo caso. Por outro lado, tudo leva a crer que o Leon, além de Campeão Mundial, é Campeão de Galar também no anime.

Espero que tenha gostado do episódio e da postagem! Sobre Dynamax, Gigantamax e o caso do Pikachu, serão mais abordados na próxima análise.


Leia Também:

Sobre Ersj
19 anos, Recife-PE, tem Pokémon como a sua franquia preferida desde os 7 anos. Sua mídia favorita é o anime, seguida dos jogos da saga principal e de Pokémon Go. Ama livros e séries, principalmente de fantasia; os filmes que mais assiste são animações, e “Imagine Dragons” é a banda pela qual tem maior apreço. Seu Pokémon predileto é o Pikachu e seu maior sonho é se tornar um escritor.
E-mail: ersj@pokemothim.net

12 comentários:

  1. Thiago Wilker30/04/2020 20:12

    Não entendi foi nada. Mais bagunçou do que clareou. Infelizmente Pokémon não leva muito a sério o que acontecera no passado.

    ResponderExcluir
  2. Mas... Foi exatamente o contrário o que falei no post. Acho que esse episódio considerou até mais do que se era esperado do passado, como o caso do Pokémon G-Men. O que é bom. Só não deixou claro se o Lance é ou não campeão.
    Ainda assim, agradeço pelo comentário! :)

    ResponderExcluir
  3. O Lance foi o campeão que impactou os fãs, sendo assim, foi ótimo ve-lo de novo.
    Acho que o Lance continua sendo campeão em Kanto, a posição em Johto provavelmente deve ter renunciado.

    ResponderExcluir
  4. Nem tanto.. Exagero da sua parte.

    ResponderExcluir
  5. Exatamente!! Gostei bastante, somente queria ter o visto falar com o Ash.
    Talvez, isso pode ser mencionado quando o Ash tiver que batalhar com ele para chegar até o Leon, se isso for mesmo acontecer. :)
    Obrigado por comentar!!

    ResponderExcluir
  6. HeltonJapa1303/05/2020 07:26

    nos jogos é dito que a Cynthia é a campeã mais forte de todas e que ela é um monstro

    ResponderExcluir
  7. Eu acharia incrível se ela fosse um dos top 8, mas devemos lembrar que cada novo jogo atualiza o universo, ou seja, a Cynthia ser a mais forte é uma certeza até o jogo onde isso é mencionado, depois vira uma suposição.

    ResponderExcluir
  8. HeltonJapa1303/05/2020 17:36

    o engraçado é que quem fala isso são os campeões das regiões UAHSUahsuAHSUHauhsuAHUSH

    ResponderExcluir
  9. Isso do campeonato pode justamente ter inspirado o Campeonato Mundial Pokémon de agora! Até porque é de se esperar que os Campeões e os Elite 4 disputem no topo.
    E em Unova, justamente nesse torneio que citei no post, os campeões e os Elite 4 se enfrentam, deve ser por isso que fazem essa menção. Mas, no anime, pelo que foi dito, o Lance foi o último campeão, só não se sabe quem participou também. kkk Será que foram todos de Kanto até Unova como nos jogos? Possível.

    ResponderExcluir
  10. HeltonJapa1304/05/2020 01:24

    não sei, eu só sei que dentro do jogo npc's dizem que acontece esse "campeonato amistoso" entre a elite 4 e os campeões de todas as regiões e só foi citado que a Cynthia é um "monstro" entre os campeões e a Caitlin é a top 1 dos elite 4 e a psiquica mais poderosa de todo mundo pokemon

    ResponderExcluir
  11. Quem sabe isso não é dito no anime? É uma opção. :)
    Queria muito ver a Cynthia batalhar nesse Campeonato Mundial!

    ResponderExcluir
  12. HeltonJapa1305/05/2020 05:47

    o Garchomp dela é um cheat...

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!

A Pokémothim com a sua cara!

Personalize do seu jeito!

Temas

Padrão

Fechar