logo

Pokémothim

Pocket Monsters: Família e Compreensão do Goh!


Olá, Thunders!

O episódio 15 trouxe uma história mais simples a ser trabalhada, porém, se bem observada, revela muito sobre o personagem Goh. 


RESUMO

Por estar nevando muito em Vermilion, algo não habitual, ocorre problemas no sistema do Laboratório Sakuragi, o que faz o professor fechá-lo para manutenção. Com isso, os garotos são liberados para voltarem para casa, o que leva Goh a avisar aos seus pais sobre o seu retorno, pois são muito ocupados, trabalhando a sua mãe como programadora e o seu pai como engenheiro de sistemas, administrando juntos uma empresa. Por ser hiperativo, é pedido para que Scorbunny se comporte, visto que irão a um apartamento.

No dia seguinte, após Goh comprar lembrancinhas para os seus familiares, Scorbunny o puxa ansioso para o ônibus, o que o faz deixar um presente para trás. Antes de irem pegar o trem para Pallet, Ash e Pikachu tentam avisar aos amigos, mas são falhos.

Ao entrar no apartamento, Scorbunny é apresentado para a avó do seu treinador, a qual revela ter feito um ensopado com cenouras em forma de estrelas que o garoto gosta, recebe pãezinhos de carne como presente e avisa que irá a um torneio local de karaokê. Enquanto isso, os pais dele tentam terminar o quanto antes o trabalho e se mostram preocupados com a sua volta, temendo que tenha arranjado problemas no laboratório e se sentindo culpados pela ausência na vida do filho. Porém, o casal recebe um pedido de emergência para que façam outro serviço.

Em seu quarto com o Scorbunny, Goh recebe uma ligação da sua mãe, que avisa sobre a emergência no sistema do hospital e diz que poderão se atrasar. O garoto se mostra compreensível e conta sobre o ensopado, de modo a deixar os seus pais famintos. O inicial percebe que seu treinador está triste, mas ele tenta esconder isso e tem a ideia de levarem comida e o presente dos seus pais até eles, percebendo que perdeu o segundo.

No caminho, passando por um parque, encontram três Mankey perturbando um Cubone, por isso Scorbunny intervém por conta própria, mas o trio rouba o osso do Pokémon do tipo Terra e foge. Procurando acalmá-lo, Goh promete que recuperarão o objeto e liberta seus outros Pokémon para procurá-lo: Beedrill, Butterfree, Scyther e Taillow. Assim, inicia-se a busca.

Quando Ash chega ao prédio onde o Goh mora e não o encontra, liga para o amigo e é atualizado sobre tudo o que aconteceu, por isso também segue até o parque. Lá, utiliza uma fruta Anaba para atrair os ladrões, os quais são pegos pelos Pokémon dos garotos e interrogados, relatando que perderam o osso. Com isso, a busca prossegue, até que no fim da tarde um Fearow avisa para Butterfree que viu o objeto.

Voltando para casa contentes por terem feito o serviço rápido, Ikuo e Kurune, os pais do Goh, avistam o filho passar voando em cima de um Dragonite junto a outro garoto e diversos Pokémon. Fearow tenta explicar aos jovens que enquanto brincavam, os Mankey derrubaram o osso no lago, mas não entendem muito, somente que o lago é importante. Para investigar dentro da água gelada, Dewgong é liberado e facilmente encontra o objeto.

Os pais do Goh surgem e dizem tê-lo visto voar em um Pokémon, além de revelarem conhecer o Ash por menções do apoio que tem dado ao filho deles. No momento em que são apresentados aos Pokémon do garoto, Cubone se manifesta como um deles, por isso é entendido que quer se juntar a equipe. Assim, é feita a captura por espontânea vontade e os Pokémon começam a brincar.

Korune os convida para comer, o que faz o filho revelar que levava ensopado para eles e pretendia dar uma lembrancinha. Nesse momento, Ash mostra que achou e trouxe o presente dele, por isso consegue dar as luvas que comprou aos pais, para que se protejam do frio. Após isso, voltam para o apartamento para comerem juntos, onde a avó do garoto de Vermilion conta ter ganhado o troféu do torneio de karaokê. Contentes, Ikuo e Kurune percebem que mesmo com a ausência deles, Goh se diverte com os bons amigos que conseguiu fazer.


DEBATE

O anime tem trazido empregos mais reais para o enredo, o que é algo muito interessante de se ver, pois há anos são vistas pessoas que nem sempre estão acompanhadas dos seus Pokémon, o que dá uma justificativa para o que fazem. Além do mais, a sociedade precisa funcionar de alguma forma. Com tanta tecnologia, quem cuida dessa área? Quem são os artistas desse mundo? Tudo isso tem sido melhor mostrado nessa série, não é como se o universo se resumisse exclusivamente aos Pokémon. A Go Go Systems é um grande exemplo disso, e os papéis da Kurune como programadora e do Ikuo como engenheiro de sistemas apenas reforçam essa ideia.

A avó do Goh, a Tome, também é outra personagem que sai do esterótipo de alguém preso aos Pokémon, pois, mesmo que não tenha parecido ser um emprego fixo, demonstrou gostar de cantar, tanto que ganhou um torneio de karaokê. Ela não somente é bem carismática, como representa a "avó radical", algo bastante comum a ser mostrado nos dias atuais. Quem sabe possamos ver um pouco mais dela no futuro? Seria interessante vê-la com algum Pokémon. Pela estampa do seu casaco, talvez um Dragonair?

Na relação familiar do Goh, justamente pelo emprego que têm e por precisarem sempre dar auxílio a novas pessoas, além de serem os donos da empresa, os seus pais estão sempre muito ocupados. Isso é reconhecido por eles, que em um flashback mostraram ser assim há anos, o que os fez ter certa ausência na criação do filho. É importante destacar aqui que isso não ocorre por serem negligentes ou por não gostarem do garoto, apenas são atarefados mesmo. Contudo, isso causa muita preocupação a eles, porque se questionam se o criaram bem; se ele não se tornou solitário por conta deles, pois não possuía muitos amigos e costumava se isolar no quarto; e ainda se perguntam se não criaram uma mágoa no filho, visto a indiferença dele frente a ausência da Kurune e do Ikuo.

Por outro lado, na visão do Goh, é perceptível que ele não é indiferente, sente-se mal por não ter mais tempo com Kurune e Ikuo, mas entende que não passam tanto tempo longe por vontade própria. Isso é de uma maturidade enorme, compreender e admirar o que é feito por eles. O garoto deixa bem claro como acha incrível o trabalho realizado pelos seus pais, auxiliar outras pessoas, e os ama, ficando até tímido para presenteá-los e se preocupando com eles sem se proteger tanto assim do frio e não comerem direito de tanto trabalhar. Se apegar ao computador e as pesquisas parece ter sido justamente uma forma de compensar a falta de atenção e reprimir a tristeza, por isso se tornou mais técnico e solitário até conhecer o Ash e Pikachu.

Outro ponto é a sensibilidade de Scorbunny, o qual, mesmo que em momento nenhum o seu treinador tenha dito que estava triste, conseguiu perceber e quis dar apoio a ele. Isso é importante pois, ao mesmo tempo em que algumas pequenas questões começam a distanciar os dois, como é o caso da sua vontade de lutar mais uma vez mostrada por ir batalhar por conta própria contra os Mankey, essa percepção os aproxima, pelo menos pelo lado do Pokémon. Mostra que, ainda que em desenvolvimento, existe uma conexão entre eles, essa muito especial e importante para o Goh.

Por que Cubone nesse episódio em específico? Acredito que construíram uma genial analogia. Obviamente, o caso do Pokémon que perdeu a mãe não é igual ao da criança que tem os pais sempre ocupados, mas os dois trabalham a sensação de abandono e aí surge o trocadilho inteligente. Pois é, não se limitaram à referência feita pelos Mankey dos três macacos sábios. Mesmo que o do tipo Terra não tenha conseguido uma mãe no final, ganhou uma família inteira, enquanto Goh teve atenção dos seus pais no fim do dia.

Por fim, houve uma polêmica que pode ou não ter sido um erro: Goh estava com sete Pokémon. Uma primeira opção é que os roteiristas esqueceram que Dewgong estava ali, tanto que, depois da captura do Cubone, ele nem apareceu mais; a segunda é que tenham feito propositalmente o treinador ter usado sete, o que seria negativo por mais uma vez romper as regras dentro do próprio universo sem apresentar uma explicação dentro da história para isso; e a terceira é que, por morar na mesma cidade em que o laboratório fica, talvez isso seja possível, afinal, nunca vimos o Ash ter algum Pokémon transferido em Pallet.


CONCLUSÃO

O Goh é um filho incrível! O modo como tenta se contentar mesmo distante dos pais, por saber que eles fazem o bem, e ainda admirá-los é uma verdadeira lição para muitos que não reconhecem o esforço dos seus. De forma geral, Ikuo, Kurune e Tome trouxeram papeis não muito mostrados para o universo do anime e são bem carismáticos. Ver toda a preocupação que possuem com o garoto faz com que, assim como ele, as pessoas entendam a sua situação e sintam empatia.

Scorbunny representa muito o telespectador nesse episódio e, ao mesmo tempo em que se mostra distante do treinador por querer batalhar, revela uma conexão por poder sentir até mesmo o que ele reprime. Além disso, Cubone foi uma boa representação desse drama familiar. Mas, justamente por sua captura, qual das três possíveis justificativas parece explicar para você um dos sete Pokémon do Goh não ter sido transferido?


Leia Também:

Sobre Ersj
19 anos, Recife-PE, tem Pokémon como a sua franquia preferida desde os 7 anos. Sua mídia favorita é o anime, seguida dos jogos da saga principal e de Pokémon Go. Ama livros e séries, principalmente de fantasia; os filmes que mais assiste são animações, e “Imagine Dragons” é a banda pela qual tem maior apreço. Seu Pokémon predileto é o Pikachu e seu maior sonho é se tornar um escritor.
E-mail: ersj@pokemothim.net

4 comentários:

  1. Foi um EP bem legal, mostrar uma situação sem ter Pokemons no meio.
    Acho que é a primeira opção, já que é muito comum os roteiristas na correria do dia, esquecerem de algumas coisas

    ResponderExcluir
  2. Sim! Obrigado pelo comentário!
    Verdade. Os tadinhos também têm direito de errar. kkkk ^-^

    ResponderExcluir
  3. Francisco Eller12/05/2020 08:36

    quando eu vi, eu achava que ia ser um episodio chato, mas era muito legal

    ResponderExcluir
  4. Que bom que gostou! E obrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!

A Pokémothim com a sua cara!

Personalize do seu jeito!

Temas

Padrão

Fechar