logo

Pokémothim

Pocket Monsters: A Maldição de Gengar!


Olá, Thunders!

Gengar não apenas retornou para o anime, como também trouxe uma tocante história com ele. Afinal, o Pokémon realmente amaldiçoava o primeiro treinador? Discutiremos sobre isso.




RESUMO

Em um dia tempestuoso, Renji é atormentado pelo Gengar. Por saberem disso, Ash e Goh voltam a competir para verem quem o capturará primeiro. Enquanto tentam achar um local frio para localizá-lo, seguem o grito da Kikuna, que diz ter sido atacada ao lado do Mr. Mime. Invisível, o do tipo Fantasma joga Pikachu para cima e tenta acertá-lo com objetos por meio da sua telecinese, mas seu treinador o protege, irritando-o e o fazendo ficar visível.

Gengar começa a atacar a todos, até que Ash pede para que ele pare. Imediatamente, o Pokémon fica invisível e entra na sombra do garoto, enquanto Sakuragi e Renji se juntam aos demais para organizarem a bagunça. Enquanto os assistentes teorizam o porque disso, o professor revela que quando comprou a propriedade foi avisado de atividades poltergeist no local (manifestações físicas e sobrenaturais), mas comprou mesmo assim por achar que seria divertido. Como nunca ocorria nada demais além de alguns objetos derrubados ou portas batendo, ele achou que ficaria tudo sempre assim.

Goh deduz que, como o professor não ligava, Gengar parou de atormentar, mas Kikuna complementa que ele deve ter voltado por o laboratório ter enchido de assistentes. O garoto de Vermilion, então, tenta assustar o amigo, dizendo que ele foi amaldiçoado por sentir um calafrio. A partir disso, Ash passa a ter azar, tendo a cadeira quebrada, bebendo água de um jarro de planta, escorregando na escada, derramando muito queijo ralado na comida, sendo atropelado pelos Pokémon do parque e prendendo o pé em um buraco de Diglett. Porém, o treinador nega estar com alguma maldição e corre desesperadamente para longe do laboratório, o que o faz se sentir melhor, mas também o mostra para a Equipe Rocket.

Ash acaba esbarrando em um treinador, acompanhado de uma garota que brinca por dizer que a batida ocorreu pela maldição do seu possível namorado. Porém, o desconhecido nega e diz que isso passou há três anos, época em que perdia todas as batalhas e capturas, caia frenquentemente e perdia coisas, sendo um verdadeiro azar. Goh chega a tempo de ouvir a história e saber que, agora, o garoto se sente melhor. Contudo, Gengar tem uma lembrança do dia em que esse mesmo treinador pediu para que ficasse no local que hoje é o laboratório, dizendo que não era para sair pois deveria ficar o esperando. Depois de mais de um ano o aguardando sem perder o ânimo, o local começou a ser cobiçado por algumas pessoas, mas o Pokémon sempre os assustava para continuar a esperar o dono, até que se deu conta de que não mais voltaria.

Ao ouvir o antigo treinador dizer que se arrependeu de ter o capturado, Gengar se enfurece e o ataca, mas é parado por Pikachu. Ash tenta acalmar o Pokémon, mas o outro garoto continua a ofendê-lo por dizer que só traz problemas, assim, vai embora amedrontado. Entristecido, o fantasma foge, o que faz o garoto de Pallet ir atrás dele. Nesse momento, Scorbunny percebe que Goh desistiu da captura por notar a preocupação que seu amigo sente pelo Gengar.

A Equipe Rocket acha Gengar e o convida para fazer parte do time, mas ao negar o pedido por não confiar em humanos, prendem-no com um sugador de ectoplasma. Os protagonistas chegam e Pikachu liberta o Pokémon preso com a Cauda de Ferro. Com ele solto, Ash o convida para batalhar ao seu lado e diz confiar nele. Assim uma combate em dupla ao lado do Pikachu se inicia, enfrentando dois Dusclops disponibilizados pela máquina de bolinhas.

De forma geral, Pikachu fica em desvantagem na batalha, mas Gengar lida bem com os dois outros do tipo Fantasma e os derrota com os golpes Sombra Noturna, Soco de Gelo e Bola Sombria, fazendo a Equipe Rocket decolar de novo. Embora Ash esteja feliz, desmaia por conta da maldição. Depois de um tempo, acorda no seu quarto e descobre que estava com febre, além de receber uma maçã e uma Pokébola do Pokémon Fantasma, o qual aceita se juntar ao seu time.

Com Gengar capturado, Goh lamenta por não ter o conseguido, mas recebe o consolo de Scorbunny. Ash tenta cumprimentar o novo companheiro, mas o Pokémon fica invisível, deixa dezenas de maçãs para que o garoto coma e sobe para o seu lugar de costume, o topo do laboratório, onde come uma maçã contente por sua decisão.



DEBATE

Afinal, era uma maldição ou uma febre? Além do comentário do Goh sobre tudo ter sido na realidade uma doença simples, o narrador ao fim do episódio diz que o caso da maldição foi resolvido, o que não necessariamente indica que era uma de fato. Como exemplo, no desenho Scooby-Doo, é dito que o caso de algum monstro foi resolvido, mesmo que fosse falso. Duas perspectivas surgem: uma que o episódio quis no enganar e nos levar a acreditar que existia uma maldição sem que houvesse, por isso colocou os detalhes roxos nos olhos do Ash; e outra que realmente havia uma, mas que, por Gengar se entender com o novo treinador e o ajudar, seu amigo acreditou que fosse uma invenção do antigo que o capturou.

Enfim, as duas opções fazem sentido, mas, por o Pokémon ter se alojado na sombra do garoto, acredito que não se tratava somente de uma febre. Deve-se considerar também que a falta de sorte do Ash nada tem a ver com a doença, como ser atropelado, as quedas e ter bebido água do jarro. Certo, se for considerado que uma pessoa febril fica mais lerda, pode-se ver uma possível explicação, mas isso ainda não justifica Gengar estar na sombra dele e se divertir com isso gratuitamente, sem falar das já mencionadas marcas abaixo dos olhos.

E se tratando do antigo treinador? Ele também estava amaldiçoado? Para isso, é importante se considerar quem conta a história. O próprio jovem relata sobre o que aconteceu com ele, com concordância da possível namorada, e colocam em Gengar a culpa por tudo de negativo que estava ocorrendo. A julgar por sua personalidade, não é de se surpreender que, por ser frio e orgulhoso, tenha preferido culpar o Pokémon que coincidente capturou na época do azar do que atribuir os seus fracassos a si. Então, Gengar é inocente? Isso não é confirmado, mas creio que sim, pois ele não parecia sentir raiva ou gostar de pregar peças em seu treinador. Basta observar a forma inocente e meiga como se despediu e aguardou o jovem retornar para buscá-lo.

Inclusive, sobre o abandono, foi extremamente cruel. Até mesmo um Pokémon como ele, geralmente visto como durão, sofreu por inocentemente aguardar por três anos um alguém que prometeu voltar, mas nunca cumpriu a sua palavra. Ter ficado tão irritado quando ouviu o antigo treinador dizer que foi bom se livrar dele foi mais do que compreensível. Isso tudo deixa nítido que Gengar não tinha pretensão alguma de dar azar ao jovem, ele realmente gostava dele, mas não era correspondido da devida forma, ao contrário, foi culpado injustamente e deixado para trás.

Claro, isso até um certo Ketchum entrar em seu caminho. Trabalhar a conexão entre os dois com base no fato de o Pokémon não confiar em humanos, mas ter alguém que diz confiar em si, mesmo com qualquer maldição, foi muito bonito. Juntos, formam uma ótima dupla e possuem muito potencial para avançarem o sonho do garoto. E sobre os motivos para Gengar compor o time do Ash, vala destacar que esse é o primeiro Pokémon do tipo Fantasma capturado por ele, além de ser uma possível referência ao Haunter que aceitou ajudá-lo a batalhar contra a líder de ginásio Sabrina, em Kanto, mas não seguiu viagem com o herói. Trata-se de um monstrinho extremamente popular, diga-se de passagem.

Outra referência para além do Haunter é a existente na camisa em que o Ash usa no momento da captura. Essa foi notada por muitos, sendo a de um Charmander, que, para quem bem se lembra, foi abandonado e enganado pelo seu treinador também, antes de ser pego pelo garoto de Pallet. Outros Pokémon passaram por isso, mas, a ter um conflito direto entre o protagonista e o antigo dono do monstrinho e também haver profundidade na história, o inicial de Fogo de Kanto foi o primeiro.

Goh mais uma vez virou tema de discussão por, novamente, precisar ter sido parado para o desenvolvimento do seu amigo. No episódio 10, do Dragonite, o garoto queria toda a linha evolutiva do Pokémon, o que provavelmente o faria pegar os primeiros Dratini, Dragonair e Dragonite que visse, sendo a forma do meio exatamente o que se tornou do Ash. O enredo precisou fazer o treinador de Vermilion ficar sem Pokébolas para isso não acontecer, e, agora, foi mostrado que Gengar não foi pego por ele por ter desistido, visto que o garoto de Pallet já estava construindo uma relação de preocupação com o Pokémon. Por parte do Goh, isso é positivo demais, pois mostra o quão humilde o garoto convencido do início tem se tornado, mas, para o Ash, isso é muito ruim, visto que dá a impressão de que ele só consegue ter um novo companheiro na equipe se algo impedir o amigo de o ter primeiro, seja esse algo físico ou a própria consciência dele. Apesar de tudo, acho que o ponto positivo ainda se sobressai, por mostrar uma amizade bonita e respeitosa.


CONCLUSÃO

Gengar não amaldiçoava o antigo treinador! Não dá para ter certeza disso, mas se for considerada a sua personalidade, é de se esperar que ele não diria que perdia batalhas e capturas por erro próprio. A atitude dele foi egoísta e cruel, ninguém deve abandonar aqueles que confiam em você, seja outra pessoa ou um bichinho. Por outro lado, Ash realmente pareceu amaldiçoado, mas isso foi parado por ter criado um laço com o Pokémon e ter conquistado a sua confiança, tornando-se o seu primeiro do tipo Fantasma.

As referências feitas ao Charmander e, possivelmente, ao Haunter são muito boas de se acompanhar, já que revela a vontade dos roteiristas de agradar aos telespectadores. Ademais, Gengar se mostrou bastante forte e tem muito a somar na aventura do herói. Quem não ficou de coração partido por vê-lo sorrir sentado, esperando o treinador voltar? E sobre o Ash, será que em algum momento ele consegue pegar algum Pokémon antes do Goh? Ainda não há como saber, mas foi muito legal por parte do segundo desistir da captura pelo amigo.


Leia Também:
Pocket Monsters: Fenômeno do Dynamax e Gigantamax!
Pocket Monsters: O Funcionamento das Reides!
Pocket Monsters: Família e Compreensão do Goh!
Sobre Ersj
19 anos, Recife-PE, tem Pokémon como a sua franquia preferida desde os 7 anos. Sua mídia favorita é o anime, seguida dos jogos da saga principal e de Pokémon Go. Ama livros e séries, principalmente de fantasia; os filmes que mais assiste são animações, e “Imagine Dragons” é a banda pela qual tem maior apreço. Seu Pokémon predileto é o Pikachu e seu maior sonho é se tornar um escritor.
E-mail: ersj@pokemothim.net

Comentários

Nós da Pokémothim, gostaríamos de agradecer os comentários/sugestões feitos e dizer que eles nos ajudam a melhorar significativamente a qualidade do nosso trabalho, sem falar que é a melhor forma de contato que temos com você.

10 comentários:

  1. Johnny Edwin Da Cunha Cruz14/05/2020 13:47

    Se fosse assim, todo treinador que tivesse um gengar iria abandona-lo logo de cara. Essa coisa de maldição é tudo lolota, como a história de que o absol trás desastres por onde passa, sendo que ele os sentem e tentam avisar àqueles que estejam próximo do perigo, pra salva-lis. Por isso acredito que o Ash terá um pra acabar com essa ladainha, como foi com o gengar.

    ResponderExcluir
  2. Francisco Eller14/05/2020 15:39

    eu não consegui ver o ep. Mas eu tive o resumo que bom e que alivio

    ResponderExcluir
  3. Johnny Edwin Da Cunha Cruz14/05/2020 19:43

    Vai no superanimes.org, já que lá não tem problema de limite de visualização.

    ResponderExcluir
  4. Como todo ep de Pokemon abandonado deu para derramar algumas lagrimas. Principalmente com Gengar por ter sido chamado de maldição. Foi uma bela captura pro Ash (E para mim, por ser meu Pokemon favorito.)

    ResponderExcluir
  5. Johnny Edwin Da Cunha Cruz15/05/2020 08:41

    Queria saber quem foi o irracional que deu deslike em meu comentário. Parece que alguém é contra o Ash ter um absol. Qual é o problema dele ter um? Seria um desperdício que um pokémon poderoso cair nas mãos de alguém que só se interessa em ter os dados dele, como o Go.

    ResponderExcluir
  6. HeltonJapa1315/05/2020 11:19

    Sobre essa maldição

    HeartGold: Ele rouba calor de seus arredores. Se você sentir um calafrio repentino, é certo que um Gengar apareceu.

    SoulSilver: Para roubar a vida de seu alvo, ele desliza para a sombra da presa e espera silenciosamente por uma oportunidade.

    ResponderExcluir
  7. Fico muito contente por poder ter ajudado de alguma forma! ^-^
    Obrigado pelo comentário! E, se quiser ver o episódio, basta ir na parte de episódios legendados aqui no site, poderá baixar por lá.

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que a maldição existe, mas não é regra. Tipo, com o Ash ela foi usada, mas duvido muito que o mesmo tenha sido com o primeiro treinador. Até porque Gengar não gostava do Ash, tem uma justificativa.
    E também gostaria muito se o Ash pegasse um Absol!

    ResponderExcluir
  9. Sim! :')
    Fico feliz por ter sido o seu favorito a ser pego pelo Ash! E obrigado pelo comentário!!

    ResponderExcluir
  10. Sim, sim, tudo indica que ela existe mesmo, inclusive eu acho que o caso do Ash não foi uma simples febre, mas não com o antigo treinador. :)

    Obrigado pelo comentário! Como sempre com dados dos jogos. rsrs ^-^

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após ser aprovado pela moderação.
Agradecemos a sua participação!

A Pokémothim com a sua cara!

Personalize do seu jeito!

Temas

Padrão

Fechar